sicnot

Perfil

  • Três homens fugiram esta madrugada da prisão de Caxias

    País

    Em desenvolvimento

    Três detidos, que estavam presos preventivamente, fugiram no início da madrugada de hoje do Estabelecimento Prisional de Caxias. As autoridades procuram os três indivíduos, que continuam a monte. A fuga ocorreu por volta da 1:00 e os evadidos são dois cidadãos chilenos e um português que estavam presos preventivamente por furto e roubo. A informação foi confirmada à SIC por Fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa.

    Três detidos, que estavam presos preventivamente, fugiram no início da madrugada de hoje do Estabelecimento Prisional de Caxias. As autoridades procuram os três indivíduos, que continuam a monte. A fuga ocorreu por volta da 1:00 e os evadidos são dois cidadãos chilenos e um português que estavam presos preventivamente por furto e roubo. A informação foi confirmada à SIC por Fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa.

  • Lixo, para que te quero?
    23:17
  • Tuk-tuk em protesto oferecem hoje passeios gratuitos em Lisboa

    País

    A Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos (APECATE) promove hoje a iniciativa "Cá vai Lisboa", com passeios gratuitos de tuk-tuk, para alertar a população para a "problemática" regulamentação municipal deste tipo de veículos.

  • Ricardo Robles apresentado como candidato do BE a Lisboa
    1:31

    Autárquicas 2017

    Ricardo Robles foi formalmente apresentado este sábado como candidato do Bloco de Esquerda à Câmara Municipal de Lisboa. No encerramento da convenção autárquica do partido, Catarina Martins fez críticas ao Governo, dizendo que o projeto de descentralização do Executivo é perigoso e ameaça a democracia.

  • Pavilhão Carlos Lopes esteve encerrado durante 14 anos
    2:27
  • Treinador do Sporting de Braga, posse de bola e a "miúda engraçada" do bar
    1:12

    Desporto

    Durante a conferência de imprensa do Sporting de Braga, o treinador afirmou que a posse de bola no jogo deste domingo com o Benfica não é assim tão importante, fazendo até uma comparação, no mínimo, inesperada. Jorge Simão usou a história contada pelo selecionador chileno, sobre uma amiga que conheceu numa noite, mas que acabou essa mesma noite na casa de banho com outro homem.

  • Roteiro de sugestões para o fim de semana
    16:22
  • Tabu com Francisco Louçã
    15:23

    Opinião

    Francisco Louçã esteve na Edição da Noite para mais um Tabu. Os temas desta semana foram as novidades no Novo Banco, a nova comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos e ainda o relatório sobre a precariedade.

    Francisco Louçã

  • "É o único assunto a que PSD e CDS se podem agarrar para fragilizar o Governo"
    5:03

    Caso CGD

    A Direita acusa Mário Centeno de ter perdido toda a credibilidade e autoridade. O ministro esteve esta quarta-feira no Parlamento, numa audição para falar de Orçamento e finanças, mas a polémica da Caixa acabou por marcar a sessão. O tema esteve em análise no Jornal da Noite. Bernardo Ferrão considera que a posição do ministro já está fragilizada mas defende que este é o único assunto a que PSD e CDS-PP se podem agarrar para fragilizar o Governo.

    Bernardo Ferrão

  • Estado de graça de Marcelo chegou ao fim
    1:45

    Opinião

    António Vitorino e Pedro Santana Lopes dizem que o estado de graça de Marcelo Rebelo de Sousa chegou ao fim. No habitual espaço de comentário que partilham na SIC Notícias, ambos criticam o comunicado a propósito do ministro das Finanças e lembram que a responsabilidade de demitir ou não um membro do Governo é do primeiro-ministro e não do Presidente da República.

    António Vitorino e Pedro Santana Lopes

  • O tabu de Francisco Louçã
    15:25

    Opinião

    No Tabu desta sexta-feira, Francisco Louçã falou sobre Mário Centeno, a Caixa Geral de Depósitos, a Municipalização da Carris e ainda da crise no Brasil.

  • Esta quinta-feira à noite fui desafiado diretamente pelo eurodeputado comunista, João Ferreira, a provar, recorrendo ao arquivo, que os comunistas tivessem alguma vez pedido a demissão de ministros. Ferreira regia a um comentário meu no Jornal da Noite onde estranhei o silêncio do PCP e do Bloco no caso de Mário Centeno. Mas mais do que questionar o silêncio, lembrei que noutros casos, com outros governos, as esquerdas foram as primeiras a reclamar a saída de ministros que enfrentavam crises.

    Bernardo Ferrão