Última Edição

0
0:08

Última Edição

1
1:35

Fernando Santos prepara jogo com a Noruega de olhos postos na Islândia

2
1:50

As dúvidas do Presidente

3
1:28

Parecer da PGR dá razão ao Governo sobre cortes nos colégios

4
2:07

Chegou ao fim a greve dos estivadores

5
0:34

Ministra do Mar diz que com o acordo alcançado não haverá despedimento coletivo

6
1:42

Ex-ministra das Finanças recusa responsabilidade por eventuais sanções da UE

7
2:57

Korn abandonam o palco três vezes e não terminam o concerto no Rock in Rio

8
0:55

PS vive uma situação de esquizofrenia, diz Francisco Assis

9
0:48

Brasil em protesto contra violação de jovem de 16 anos por 33 homens

10
2:01

Brasil indignado com violação de jovem de 16 anos por 33 homens

11
2:11

Mais de 30 detidos em protesto contra Donald Trump na Califórnia

12
2:51

Folga extra não afeta produtividade em empresa de Viana do Castelo

13
1:52

"Querem matar o Porto mas não vão conseguir"

15:02 10.06.2011

Coimbra: Câmara volta a lançar concurso para construção e exploração de complexo funerário

Coimbra, 10 jun (Lusa) -- A câmara de Coimbra vai lançar novo concurso para a conceção, construção e concessão da exploração de um complexo funerário, com crematório, em Taveiro, revelaram hoje os vereadores Paulo Leitão e Luís Providência.

Coimbra, 10 jun (Lusa) -- A câmara de Coimbra vai lançar novo concurso para a conceção, construção e concessão da exploração de um complexo funerário, com crematório, em Taveiro, revelaram hoje os vereadores Paulo Leitão e Luís Providência.

O novo caderno de encargos surge com alterações em relação ao anterior, aberto em 2008, na expectativa de que o concurso "não volte a ficar deserto", disse Paulo Leitão, que falava numa sessão de apresentação das novas regras de candidatura à criação e exploração do futuro complexo.

O anterior concurso exigia "uma estrutura muito grande" e, por isso, um investimento "demasiado elevado" para despertar o interesse dos investidores, admitiu o vereador, responsável pelo pelouro de Obras e Infra-estruturas Municipais.

O novo concurso, a lançar em breve, exige, no entanto, que a infraestrutura a construir mantenha "todas as condições para poder ser ampliada em qualquer altura" e para que possa atingir, quando isso se revelar necessário, as dimensões inicialmente previstas, sublinhou Luís Providência.

Envolvendo um investimento superior a um milhão de euros, o complexo funerário, a construir junto ao cemitério de Taveiro, será "dotado de um crematório e áreas técnicas adjacentes, salas de despedida e de velório, cafetaria, instalações sanitárias e áreas complementares", referiu Luís Providência, responsável pelo pelouro dos cemitérios.

No distrito de Coimbra só há um crematório, na Figueira da Foz, prevendo os responsáveis da câmara de Coimbra que o futuro complexo da cidade não se limite a servir apenas o município, mas uma região mais vasta, acrescentou Luís Providência.

JEF

Lusa/Fim

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

País

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .