Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
2:25

Rui Rio vai apresentar candidatura a Belém até final de junho

2
1:51

PS ainda não anunciou candidato ou apoio para as Presidenciais

3
0:55

Passos discorda de quotas para acolhimento de imigrantes

4
6:22

"A corrupção está nos grandes negócios do Estado"

5
1:14

Militares das Forças Armadas impedidos de devolver condecorações à Presidência

6
2:26

Ex-aluno da Casa do Gaiato condenado por abusos sexuais a três colegas

7
2:36

Cavaco desvaloriza a polémica entre Governo e PS sobre a recondução de Carlos Costa

8
0:18

Pires de Lima diz que Governo continua a trabalhar para que TAP seja bem privatizada

9
2:09

Dia 30 de junho é o limite para a Grécia chegar a acordo com os credores internacionais

10
2:18

Escândalo de corrupção não impediu reeleição de Joseph Blatter

11
0:29

Jesus revela que renovação vai ficar decidida nos próximos dias

12
0:32

Treinador do Marítimo queixa-se da ação disciplinar de Carlos Xistra

13
1:05

Jogadores querem que Jorge Jesus continue no Benfica

14
2:46

Estilista Luís Buchinho comemora 25 anos de carreira

15:02 10.06.2011

Coimbra: Câmara volta a lançar concurso para construção e exploração de complexo funerário

Coimbra, 10 jun (Lusa) -- A câmara de Coimbra vai lançar novo concurso para a conceção, construção e concessão da exploração de um complexo funerário, com crematório, em Taveiro, revelaram hoje os vereadores Paulo Leitão e Luís Providência.

Coimbra, 10 jun (Lusa) -- A câmara de Coimbra vai lançar novo concurso para a conceção, construção e concessão da exploração de um complexo funerário, com crematório, em Taveiro, revelaram hoje os vereadores Paulo Leitão e Luís Providência.

O novo caderno de encargos surge com alterações em relação ao anterior, aberto em 2008, na expectativa de que o concurso "não volte a ficar deserto", disse Paulo Leitão, que falava numa sessão de apresentação das novas regras de candidatura à criação e exploração do futuro complexo.

O anterior concurso exigia "uma estrutura muito grande" e, por isso, um investimento "demasiado elevado" para despertar o interesse dos investidores, admitiu o vereador, responsável pelo pelouro de Obras e Infra-estruturas Municipais.

O novo concurso, a lançar em breve, exige, no entanto, que a infraestrutura a construir mantenha "todas as condições para poder ser ampliada em qualquer altura" e para que possa atingir, quando isso se revelar necessário, as dimensões inicialmente previstas, sublinhou Luís Providência.

Envolvendo um investimento superior a um milhão de euros, o complexo funerário, a construir junto ao cemitério de Taveiro, será "dotado de um crematório e áreas técnicas adjacentes, salas de despedida e de velório, cafetaria, instalações sanitárias e áreas complementares", referiu Luís Providência, responsável pelo pelouro dos cemitérios.

No distrito de Coimbra só há um crematório, na Figueira da Foz, prevendo os responsáveis da câmara de Coimbra que o futuro complexo da cidade não se limite a servir apenas o município, mas uma região mais vasta, acrescentou Luís Providência.

JEF

Lusa/Fim

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

País

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .