Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
1:50

É preciso olhar para o futuro com confiança, diz Passos Coelho

2
0:23

BE acusa maioria de ter um "discurso de medo"

3
2:20

"Baixos salários e horários penalizadores" na origem da greve da Groundforce

4
0:56

Funcionário do SEF suspeito de conceder vistos em troca de favores sexuais

5
1:14

Urgências, cirurgias e consultas aumentaram no 1.º semestre deste ano

6
1:27

Benfica e FC Porto procuram regressar às vitórias na I Liga

7
1:37

111 cadáveres recuperados do Mediterrâneo nas últimas horas

8
1:07

Jornalista australiano acusado no Egito, diz que decisão é imoral e errada

9
3:29

Biólogos contra projeto europeu que prevê erradicação de ratos e coelhos nas Berlengas

10
3:36

19 mil pessoas com deficiência, inscritas nos Centros de Emprego, não arranjam trabalho

11
1:47

Começa hoje a Festa da Broa de Avintes

12
2:04

Tratar da saúde na cozinha

13
1:24

Super Lua nos céus de Portugal, esta noite

15:02 10.06.2011

Coimbra: Câmara volta a lançar concurso para construção e exploração de complexo funerário

Coimbra, 10 jun (Lusa) -- A câmara de Coimbra vai lançar novo concurso para a conceção, construção e concessão da exploração de um complexo funerário, com crematório, em Taveiro, revelaram hoje os vereadores Paulo Leitão e Luís Providência.

Coimbra, 10 jun (Lusa) -- A câmara de Coimbra vai lançar novo concurso para a conceção, construção e concessão da exploração de um complexo funerário, com crematório, em Taveiro, revelaram hoje os vereadores Paulo Leitão e Luís Providência.

O novo caderno de encargos surge com alterações em relação ao anterior, aberto em 2008, na expectativa de que o concurso "não volte a ficar deserto", disse Paulo Leitão, que falava numa sessão de apresentação das novas regras de candidatura à criação e exploração do futuro complexo.

O anterior concurso exigia "uma estrutura muito grande" e, por isso, um investimento "demasiado elevado" para despertar o interesse dos investidores, admitiu o vereador, responsável pelo pelouro de Obras e Infra-estruturas Municipais.

O novo concurso, a lançar em breve, exige, no entanto, que a infraestrutura a construir mantenha "todas as condições para poder ser ampliada em qualquer altura" e para que possa atingir, quando isso se revelar necessário, as dimensões inicialmente previstas, sublinhou Luís Providência.

Envolvendo um investimento superior a um milhão de euros, o complexo funerário, a construir junto ao cemitério de Taveiro, será "dotado de um crematório e áreas técnicas adjacentes, salas de despedida e de velório, cafetaria, instalações sanitárias e áreas complementares", referiu Luís Providência, responsável pelo pelouro dos cemitérios.

No distrito de Coimbra só há um crematório, na Figueira da Foz, prevendo os responsáveis da câmara de Coimbra que o futuro complexo da cidade não se limite a servir apenas o município, mas uma região mais vasta, acrescentou Luís Providência.

JEF

Lusa/Fim

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

País

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .