sicnot

Perfil

Lusa

Coimbra: Câmara volta a lançar concurso para construção e exploração de complexo funerário

João Ernesto Fonseca

Coimbra, 10 jun (Lusa) -- A câmara de Coimbra vai lançar novo concurso para a conceção, construção e concessão da exploração de um complexo funerário, com crematório, em Taveiro, revelaram hoje os vereadores Paulo Leitão e Luís Providência.

Coimbra, 10 jun (Lusa) -- A câmara de Coimbra vai lançar novo concurso para a conceção, construção e concessão da exploração de um complexo funerário, com crematório, em Taveiro, revelaram hoje os vereadores Paulo Leitão e Luís Providência.

O novo caderno de encargos surge com alterações em relação ao anterior, aberto em 2008, na expectativa de que o concurso "não volte a ficar deserto", disse Paulo Leitão, que falava numa sessão de apresentação das novas regras de candidatura à criação e exploração do futuro complexo.

O anterior concurso exigia "uma estrutura muito grande" e, por isso, um investimento "demasiado elevado" para despertar o interesse dos investidores, admitiu o vereador, responsável pelo pelouro de Obras e Infra-estruturas Municipais.

O novo concurso, a lançar em breve, exige, no entanto, que a infraestrutura a construir mantenha "todas as condições para poder ser ampliada em qualquer altura" e para que possa atingir, quando isso se revelar necessário, as dimensões inicialmente previstas, sublinhou Luís Providência.

Envolvendo um investimento superior a um milhão de euros, o complexo funerário, a construir junto ao cemitério de Taveiro, será "dotado de um crematório e áreas técnicas adjacentes, salas de despedida e de velório, cafetaria, instalações sanitárias e áreas complementares", referiu Luís Providência, responsável pelo pelouro dos cemitérios.

No distrito de Coimbra só há um crematório, na Figueira da Foz, prevendo os responsáveis da câmara de Coimbra que o futuro complexo da cidade não se limite a servir apenas o município, mas uma região mais vasta, acrescentou Luís Providência.

JEF

Lusa/Fim

  • Ecofin irá confirmar o cancelamento da multa a Portugal

    Economia

    Os ministros das Finanças da União Europeia deverão confirmar o cancelamento da multa a Portugal. De acordo com fontes europeias e diplomáticas, a maioria dos países está de acordo com a proposta da Comissão Europeia. A decisão final deverá ser conhecida a 9 de agosto.

  • PSD e CDS acusam Centeno de análise sensacionalista à CGD

    Caso CGD

    O ministro das Finanças voltou a falar de um desvio de três mil milhões de euros na Caixa na Comissão de Inquérito ao banco do Estado. Explicou que não se trata de um buraco mas sim num falhanço do plano de estruturação de 2012. Sociais-democratas e Centristas contestaram as palavras de Mário Centeno e acusaram o ministro de irresponsabilidade, senscionalismo e de minar a confiança na Caixa.

  • Eliseu regressa ao trabalho no Benfica

    Desporto

    O defesa Eliseu regressou esta sexta-feira ao trabalho na equipa de futebol do Benfica, que está a preparar o jogo particular de domingo frente ao Olympique Lyon, em França.

  • Benfica só compra novos jogadores se houver saídas

    Desporto

    O terinador do Benfica, Rui Vitória, afirma que tem as ideias praticamente definidas dentro do plantel e que está contente com o grupo que vai formar. Para o técnico vermelho e branco, se nenhum dos seus intocáveis sair, está tudo bem.

  • "No futebol não há impossíveis"

    Desporto

    José Fonte foi homeageado pela Câmara municipal de Penalfiel, terra onde nasceu. O defesa central, campeão da europa, recebeu o brazão da cidade e vai receber a medalha de ouro do município. No final, revelou que tem propostas para deixar os Southampton, não prevendo o regresso a Portugal, algo que considera "pouco possível" Mesmo assim, o atleta afirma que "no futebol não há impossíveis".