sicnot

Perfil

Bernardo Ferrão

Bernardo Ferrão

SIC

  • Opinião

    Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • "O Presidente acaba de demitir a ministra em direto"
    2:32

    Opinião

    Numa análise ao discurso de Marcelo Rebelo de Sousa, Bernardo Ferrão, da SIC, não tem dúvida de que o Presidente fez um ultimato ao Governo e que abriu a porta à ministra da Administração Interna. Já sobre a moção de censura ao Governo, apresentada pelo CDS, considera que pode não ter sido a mais inteligente.

    Bernardo Ferrão

  • "Santana Lopes traz aquela alma que o PSD precisa, Rui Rio traria o Excel de volta"
    4:25

    Opinião

    Vai ou não Santana Lopes avançar com uma candidatura à liderança do PSD? Para Bernardo Ferrão, "o PSD pode olhar para Rui Rio e pensar que é uma lufada de ar fresco, Santana Lopes representa regresso ao passado". Por outro lado, "quem está mais com Rui Rio é a chamada velha guarda, gente que Santana Lopes não gosta", diz o subdiretor de Informação da SIC, que consideram estarem em causa dois tipos de liderança completamente diferentes.

    Bernardo Ferrão

  • "Passos Coelho já percebeu que o seu ciclo acabou"
    5:39

    Opinião

    O líder do PSD não deverá dizer nada em relação ao seu futuro já hoje, após a reunião do Conselho Nacional do partido, antecipa Bernardo Ferrão. Para o subdiretor de informação da SIC, o tabu em redor do seu futuro, serve também para Passos Coelho "marcar terreno e para tentar perceber quais são os 'passistas' que vão por a cabeça de fora".

    Bernardo Ferrão

  • Marcelo acertou: há um novo ciclo à direita

    Opinião

    Assunção Cristas sai destas autárquicas como a política que soube arriscar. Mostrou a todos que o seu feeling estava certo. Fez história e ganhou autonomia. Deixou para trás a liderança de Paulo Portas. Já não é órfã de nenhum pai. Tornou-se mãe de uma nova era do CDS e marca um novo tempo à direita. Passos Coelho é agora uma sombra. Marcelo tinha razão: hoje começa um novo ciclo.

    Bernardo Ferrão

  • Opinião

    No domingo das autárquicas, será muito difícil ao PSD cantar vitória, mas o líder já prepara o discurso para suavizar a derrota. Se repararem Passos Coelho fez um ligeiro acerto no objetivo. Se antes falava em liderar a Associação de Municípios, ou seja ter mais presidentes de câmara, agora as contas fazem-se à conquista de mais mandatos: presidências de câmara, vereadores, presidências de junta e lugares de deputados municipais e de freguesia. Baixar assim a fasquia em plena campanha não é um grande sinal para quem dizia, antes do verão, que não ia às eleições “para cumprir calendário”.

    Bernardo Ferrão

  • Opinião

    Marcelo Rebelo de Sousa avisou que depois das autárquicas viria um novo ciclo. A lógica levou-nos a assumir que estava a falar do PSD, mas hoje, olhando para a situação política, devemos também incluir nessa previsão a “geringonça” e os seus equilíbrios. Não acredito que as coisas mudem até às legislativas, mas as contas só se fazem depois dos votos das autárquicas. Até lá, o tom de voz das esquerdas vai engrossar.

    Bernardo Ferrão