sicnot

Perfil

Cultura

Adele soma dois Brit Awards à lista de prémios ganhos com o álbum "21" 

A cantora britânica Adele venceu hoje dois  Brit Awards, os mais importantes prémios britânicos de música, nas categorias  de álbum do ano e artista britânica feminina do ano. 

© Dylan Martinez / Reuters

"Nada me deixa mais orguliha do que chegar a casa com seis Grammye  depois vencer em casa o prémio deálbum britânico do ano", afirmou hoje a cantora, na cerimónia de entrega dos Brit Awards, em Londres, quandorecebeu  o premio de disco do ano por"21". 

Na semana passada, a cantora de 23 anos foi a grande vencedora da54.edição  dos Grammy, tendo conquistadotodos os galardões para os quais estava nomeada:  "melhor canção", "melhorletra" e "melhor videoclip de curta duração" para  o tema "Rolling in the Deep","melhor álbum do ano" e "melhor álbum pop"  para o seu segundo disco "21", e"melhor performance pop a solo" com "Someone  Like You". 

Nos Brit Awards, Adele estava ainda nomeada na categoria de canção  do ano com "Rolling in the Deep",mas perdeu o prémio para a boysband One Direction, que estava nomeada com o tema "What Makes YouBeautiful". 

O cantor e compositor Ed Sherran levou para casa os Brit Awards de  artista masculino britânico do ano e deartista revelação. O prémio de melhor grupo britânico foi entregue aos Coldplay pelaterceira  vez. 

O cantor norte-americano Bruno Mars venceu na categoria melhor artista  internacional masculino e a cantora dosBarbados Rihanna foi considerada  amelhor artista internacional feminina. 

Os norte-americanos Foo Fighterts foram distinguidos com o prémiode  melhor banda internacional.  A cerimónia de entrega dos Brit Awards, que encerrou com umaatuação  dos britânicos Blur, teve lugarna O2 Arena, em Londres. 

 

     

 

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.