Última Edição

Liga Europa: 3ª jornada

0
0:05

Última Edição

1
1:48

Temperaturas continuam altas em véspera da entrada na hora de inverno

2
0:12

Líder parlamentar do CDS reafirma vontade de manter coligação com PSD

3
0:47

Cinco pescadores resgatados após naufrágio junto à praia de Vieira de Leiria

4
1:45

Primeiro-ministro garante que Portugal vai cumprir a meta do défice

5
2:11

António Costa diz que "crise não está ultrapassada"

6
1:12

Rui Moreira critica partidos que assinaram acordo com a troika

7
1:07

Passos diz-se tranquilo com testes de stress a três bancos portugueses

8
0:34

Ministra das Finanças não comenta a evolução das contas públicas

9
0:47

"Portugueses têm de deixar de viver acima das possibilidades"

10
2:25

Grupo de cinco idosos roubava clientes de bancos por todo o país

11
3:59

Antigo guarda-costas de Fidel Castro denuncia vida marcada pelo luxo

12
1:33

Atirador não estava entre os 90 suspeitos seguidos pelas autoridades canadianas

13
3:23

Eleições presidenciais são este domingo mas brasileiros continuam divididos

14
1:20

Dois jogos da Liga Europa marcados por confrontos

22:18 12.04.2012

Polícia sérvia recupera quadro de Cézanne furtado e detém quatro suspeitos

REUTERS

A polícia sérvia anunciou hoje a descoberta,  em Belgrado, de um quadro de Paul Cézanne, furtado há quatro anos na Suíça,  e a detenção de quatro suspeitos sérvios. 

A descoberta, hoje divulgada, foi feita na quarta-feira, noticiou a  agência AFP. O quadro "Jovem Rapaz com Colete Vermelho" (1888-1889), cuja autenticidade  foi confirmada por um perito da Suíça, está avaliado em cem milhões de euros,  declarou aos jornalistas o procurador Miljko Radisavljevic. 

A tela foi furtada, em fevereiro de 2008, da coleção E.G.Bhrle, de  Zurique, ao mesmo tempo que outras três, de Edgar Degas, Vincent van Gogh  e Claude Monet, recuperadas em 2008 e 2009. 

O furto foi considerado o maior de sempre do género efetuado na Europa. A pintura de Cézanne foi descoberta dentro do forro do tejadilho de  um carro, depois de a polícia ter seguido a pista de um comprador, que ia  pagar pela tela três milhões de euros, verba que, em grande parte, já tinha  sido dada aos criminosos.  

No momento da detenção dos quatro suspeitos, com cadastro, a polícia  apreendeu armas e munições, bem como 1,5 milhões de euros em dinheiro.  Um dos homens terá participado diretamente no furto e os restantes terão  sido seus cúmplices. 

 

     

 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Cultura

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .