Última Edição

0
0:05

Última Edição

1
0:49

Governo só recorreu à requisição civil na TAP devido ao Natal

2
2:25

Quase 3 mil professores contratados realizam a prova de avaliação

3
0:30

"A prova vai decorrer com toda a normalidade"

4
2:15

Corpo de Intervenção da PSP está de prevenção em dia de prova de professores

5
2:08

Advogado de Sócrates confiante no sucesso do recurso

6
2:20

Membros do Grupo Espírito Santo e da Escom receberam 27 M€ na compra dos submarinos

7
3:11

PSD Madeira escolhe hoje sucessor de Jardim

8
2:43

BES Angola não foi culpado pela derrocada do BES, garante Sobrinho

9
2:00

Alexandra tem uma casa nova na Rússia

10
1:18

Empresário lança carro contra sede do partido do governo espanhol

11
1:12

Encontrados corpos de oito crianças numa casa na Austrália

12
1:46

Federação belga de futebol assinala centenário das tréguas de 1914

13
0:50

Jorge Jesus entende que Benfica merecia outro resultado frente ao Sporting de Braga

14
1:54

Bruno de Carvalho critica aquivamento do "Caso Miguel Rosa e Deyverson"

22:18 12.04.2012

Polícia sérvia recupera quadro de Cézanne furtado e detém quatro suspeitos

REUTERS

A polícia sérvia anunciou hoje a descoberta,  em Belgrado, de um quadro de Paul Cézanne, furtado há quatro anos na Suíça,  e a detenção de quatro suspeitos sérvios. 

A descoberta, hoje divulgada, foi feita na quarta-feira, noticiou a  agência AFP. O quadro "Jovem Rapaz com Colete Vermelho" (1888-1889), cuja autenticidade  foi confirmada por um perito da Suíça, está avaliado em cem milhões de euros,  declarou aos jornalistas o procurador Miljko Radisavljevic. 

A tela foi furtada, em fevereiro de 2008, da coleção E.G.Bhrle, de  Zurique, ao mesmo tempo que outras três, de Edgar Degas, Vincent van Gogh  e Claude Monet, recuperadas em 2008 e 2009. 

O furto foi considerado o maior de sempre do género efetuado na Europa. A pintura de Cézanne foi descoberta dentro do forro do tejadilho de  um carro, depois de a polícia ter seguido a pista de um comprador, que ia  pagar pela tela três milhões de euros, verba que, em grande parte, já tinha  sido dada aos criminosos.  

No momento da detenção dos quatro suspeitos, com cadastro, a polícia  apreendeu armas e munições, bem como 1,5 milhões de euros em dinheiro.  Um dos homens terá participado diretamente no furto e os restantes terão  sido seus cúmplices. 

 

     

 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

Cultura

Publicidade

Agora

Inquérito

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .