sicnot

Perfil

Cultura

Melody Gardot atua a 29 de julho no Festival Cooljazz em Oeiras

A cantora e compositora norte-americana Melody Gardot atua no dia 29 de julho, nos Jardins do Marquês de Pombal, em Oeiras, no âmbito do 12.º Festival CoolJazz, foi hoje divulgado.

© Valentin Flauraud / Reuters

Em comunicado, o Festival aponta Melody Gardot, como "uma das mais consagradas artistas do jazz contemporâneo, dona de uma voz cristalina e inconfundível".

No palco dos Jardins do Marquês de Pombal, em Oeiras, Gardot irá trazer os temas do seu novo trabalho, a ser lançado ainda este semestre, mas também alguns dos temas dos seus álbuns anteriores, segundo a mesma fonte.

Melody Gardot dedicou-se à música como forma de terapia, depois de um grave acidente que lhe deixou diversas sequelas.

Cantora e compositora de jazz, Melody Gardot é "influenciada pelos blues e jazz de Janis Joplin, Miles Davis, Duke Ellington e George Gershwin, entre outros", refere a organização.

"A música de Melody Gardot distingue-se pela especial ligeireza e suavidade impregnadas nas suas composições, consequência da elevada sensibilidade com que o seu corpo reagiu durante a recuperação, e que marca o tom dos seus espetáculos", atesta a mesma fonte.

Segundo o Festival, a artista, de 30 anos, nascida na Nova Jérsia, "é uma apaixonada por Lisboa e, neste regresso aos palcos portugueses, traz vários temas do seu reportório, entre eles alguns dos temas do seu álbum 'The Absence', de 2012, que inclui as canções 'Lisboa' e 'Amália', esta, que nada tem que ver com Amália Rodrigues, mas com um pássaro de asas partidas que um dia pousou ao pé de Melody, em Lisboa".

Melody Gardot junta-se a Lionel Richie, que canta no edpcooljazz no dia 30 de julho, no Parque dos Poetas, Chick Corea & Herbie Hancock, que atuam no dia 19 julho, nos Jardins do Marquês de Pombal, e a Mark Knopfler, que se apresenta no dia 28 de julho, no Parque dos Poetas.

As doze edições deste festival contam "mais de 120 concertos, juntando mais 275.000 pessoas", segundo a mesma fonte.


Lusa
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.