sicnot

Perfil

Cultura

Festival de cinema Festróia 2015 cancelado por falta de verbas

Ao fim de 30 anos, o Festróia - Festival Internacional de Cinema de Setúbal cancelou a edição de 2015 por falta de verbas, explicou à agência Lusa a diretora, Fernanda Silva.

festroia.pt

"Não temos verbas suficientes para fazer um festival digno. Até aqui fomos conseguindo, mas agora não. Perdemos o apoio de fundos europeus, da Europa Criativa", afirmou a diretora do festival.

O Festróia, um dos mais antigos festivais portugueses de cinema e o mais importante da região de Setúbal, deveria cumprir a 31ª edição na primeira semana de junho, mas a direção decidiu-se pelo cancelamento, por só ter cerca de metade dos 200.000 euros necessários à concretização.

Segundo Fernanda Silva, estavam assegurados apoios financeiros por parte da autarquia de Setúbal e do Instituto do Cinema e Audiovisual, a par de apoios pontuais de outras entidades da região, mas "de apoio privados o festival teve zero".

"Setúbal é uma região pobre, passa por dificuldades e a cultura também começa a levar pancada nesta zona. Dei o meu melhor e estarei por aqui, mas infelizmente é assim", lamentou a diretora do Festróia.

Fernanda Silva disse que "os apoios europeus também sofreram cortes e estão cada vez mais dificultados. São apoiados menos festivais portugueses e o Festróia que recebia sempre o apoio máximo [75.000 euros], desta vez não teve apoio. Não se percebe".

Em 2014, no Festróia, o Golfinho de Ouro foi atribuído ao filme "As crianças do sacerdote", de Vinko Bresan (Croácia/Sérvia), tendo ainda sido homenageado o produtor português Paulo Branco.

O realizador Hans Petter Moland conquistou o Golfinho de Prata de melhor realizador, pelo filme "Em ordem de desaparecimento", da Noruega.

Durante dez dias, o festival exibiu quase duzentos filmes e dedicou parte da programação ao cinema alemão.

Habitualmente, a programação contemplava ainda primeiras obras, cinema para os mais novos e uma secção dedicada ao "Homem e a natureza".

O festival Festróia, que atribuia anualmente o prémio Golfinho de Ouro, teve a primeira edição em 1985.



Lusa
  • Os efeitos dos incêndios na natureza
    2:46

    País

    Cheias frequentes, erosão dos solos e contaminação dos rios e albufeiras são as previsões unânimes da comunidade científica para os próximos tempos, na sequência dos incêndios florestais. À SIC, o hidrobiólogo Adriano Bordalo Sá e o investigador de recursos florestais Rui Cortes alertam: é necessário começar a tratar da terra queimada o mais rapidamente possível.

  • Número de vítimas mortais dos incêndios sobe para 45

    País

    Uma pessoa que estava internada no Hospital da Prelada, Porto, na sequência dos incêndios do dia 15 nas regiões Centro e Norte, morreu hoje, anunciou a unidade hospitalar, subindo assim para 45 o número de vítimas mortais daqueles fogos.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Achado inédito encontrado na nau de Vasco da Gama naufragada em Omã

    Mundo

    Uma equipa de investigadores afirma ter encontrado, ao largo da costa de Omã, o mais antigo instrumento de navegação alguma vez descoberto. O achado arqueológico é um astrolábio e terá sido localizado no meio do que resta da nau Esmeralda, da frota de Vasco da Gama, naufragada no Oceano Índico em 1503.

    SIC

  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.