sicnot

Perfil

Cultura

João Viana selecionado para o Cinéfondation do Festival de Cannes

O realizador português João Viana irá apresentar, em maio, em França, o projeto do filme "Our Madness", no "Atelier de la Cinéfondation", uma iniciativa do Festival de Cinema de Cannes que permite o acesso a coproduções internacionais.

© Eric Gaillard / Reuters

A organização do festival de Cannes anunciou hoje a lista dos quinze realizadores e projetos selecionados - os que são considerados "mais promissores" - para a edição deste ano do "Atelier de la Cinéfondation" e, entre eles, está João Viana e o projeto da segunda longa-metragem de ficção, "Our Madness". 

O Cinéfondation foi criado em 2005, no âmbito do festival de Cannes, com o objetivo de "estimular o cinema criativo e encorajar o aparecimento de uma nova geração de realizadores", proporcionando-lhes acesso a coprodutores internacionais que permitam "acelerar a conclusão" dos seus projetos.

Contactado pela agência Lusa, João Viana, autor de "A batalha de Tabatô", explicou que "Our Madness" é um retrato sobre a atualidade política e social de Moçambique. O argumento é do realizador e a rodagem deverá ter início depois do verão, um pouco por todo aquele país africano.

A coprodução será entre Portugal, França e Moçambique.

João Viana, filho de portugueses e nascido em Angola, é autor de várias curtas-metragens, selecionadas para festivais internacionais, e da longa-metragem "A batalha de Tabatô", rodado numa aldeia na Guiné-Bissau, um filme já premiado em Berlim.

Sobre a seleção de "Our Madness", João Viana mostrou-se entusiasmado, afirmando que o Cinéfondation representa uma maior projeção dentro do festival. "É muito assustador, mas há que aproveitar a oportunidade. Eu julgava que o primeiro filme era o mais importante [na carreira de um realizador], mas afinal é o segundo. O Tabatô foi feito sem dinheiro nenhum e correu bem. Vamos ver".

Este ano, o Atelier de la Cinéfondation decorrerá de 13 a 24 de maio e conta com 15 realizadores de 14 países, nomeadamente Colômbia, Irão, Sri Lanka, África do Sul, Espanha e França, e também do Brasil, com "Butterfly Diaries", projeto de Paula Un Mi Kim.








Lusa
  • Morreu o vocalista da banda Linkin Park

    Cultura

    Um dos vocalistas da banda de metal alternativo Linkin Park, Chester Bennington, morreu, em casa, numa cidade do condado de Los Angeles, aos 41 anos. Chester Bennington ter-se-á suicidado, de acordo com a plataforma TMZ. O músico juntou-se aos Linkin Park em 1999, três anos após a formação da banda, que editou o seu álbum de estreia, "Hybrid Theory", em 2000. O disco, do qual fazem parte temas como "In the End", "Crawling" e "One Step Closer", vendeu dez milhões de cópias só nos Estados Unidos.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.