sicnot

Perfil

Cultura

Exposição sobre Fernando Pessoa inaugurada na Biblioteca do Congresso dos EUA

Uma exposição sobre Fernando Pessoa, com manuscritos originais do poeta e poemas escritos em inglês, é inaugurada hoje na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, em Washington, na entrada do edifício Thomas Jefferson.

Fernando Pessoa por Almada Negreiros / CAM

Fernando Pessoa por Almada Negreiros / CAM

"A exposição acontece na biblioteca nacional americana, que é a maior do mundo, e isso também revela como Pessoa é um nome cada vez mais conhecido nos Estados Unidos", disse o embaixador de Portugal em Washington, Nuno Brito, à agência Lusa.  

"É uma pequena exposição com manuscritos e peças de Fernando Pessoa. Há uma carta original dele e um original de um dos primeiros poemas que escreveu em inglês, por exemplo. Tudo pertence à biblioteca", explicou o diplomata. 

Fernando Pessoa escrevia em inglês, por ter morado na África do Sul e ter sido educado nessa língua. O poeta escreveu os seus primeiros poemas em inglês, em 1901, e, dos livros publicados em vida, apenas um foi em português, "Mensagem".

Também esta quarta-feira, o escritor e tradutor Richard Zenith faz uma palestra sobre o poeta na mesma biblioteca. 

Zenith, que venceu o Prémio Pessoa em 2012, vai dar uma palestra com o título "Fernando Pessoa: Um Português Inglês, Poeta Infinitamente Multiplo".

Na terça-feira, Zenith participou numa conferência sobre Pessoa na conceituada universidade de Georgetown.

O pessoano fez uma apresentação com o tema "Fernando Pessoa: Entre a literatura e a Filosofia", numa iniciativa em que participaram também os investigadores Patrícia Vieira, Michael Marder e Patricio Ferrari.

A exposição na Biblioteca do Congresso acontece até ao final do mês e foi desenvolvida com o apoio da embaixada portuguesa, da secretaria de Estado da Cultura e da Caixa Geral de Depósitos.

A iniciativa acontece em simultâneo com a mostra cultural "Iberian Suite: Arts Remix Across Continents", evento de divulgação da cultura de Portugal e de Espanha, que contará com a participação de artistas da lusofonia e da América Latina, no Kennedy Center.

"A ideia é juntar-se esta exposição à programação que acontece no Kennedy Center, onde José Saramago será a peça central", evocado, em particular, com a instalação "Jangada de pedra", dos arquitetos Álvaro Siza Vieira e Souto de Moura, "e falar também de um dos nossos grandes poetas", explicou à Lusa o embaixador Nuno Brito. 


Lusa
  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.