sicnot

Perfil

Cultura

ModaLisboa na zona do Terreiro do Paço entre sexta-feira e domingo

A 44.ª edição da ModaLisboa, na qual serão apresentadas coleções para o próximo inverno, decorre entre sexta-feira e domingo em vários espaços da zona do Terreiro do Paço, sob o tema "Curiosier".

Filipe Faísca é um dos designers de moda a abrir a edição deste ano

Filipe Faísca é um dos designers de moda a abrir a edição deste ano

Segundo informação da organização, os desfiles arrancam na sexta-feira, às 18:00, no Pátio da Galé, com o Sangue Novo, projeto destinado a jovens finalistas de cursos de Design de Moda ou que estejam a iniciar a sua marca, em que serão apresentadas propostas de Banda (Tiago Loureiro e Aloísio Rodrigues), Cristina Real, David Catalán, Duarte (Ana Duarte), Inês Duvale, M HKA (Felícia Macedo e Alexandre Pereira), Patrick de Pádua, Patrícia da Costa, Rúben Damásio e Tânia Fonseca.

No mesmo dia, serão apresentadas, também no Pátio da Galé, as coleções de Ricardo Andrez e Dino Alves e, nos Paços do Concelho, as de Olga Noronha e Catarina Oliveira, que nesta edição 'saltam' do Sangue Novo para a plataforma LAB, dedicada aos novos talentos.

Para sábado estão agendados os desfiles de Valentim Quaresma, na Casa da Balança da Marinha Portuguesa, do polaco Dawid Tomaszewski, o convidado desta edição, de Luís Carvalho, de Ricardo Preto, de Alexandra Moura, de Miguel Vieira, da What's Next, de Aleksandar Protic e de Carlos Gil, todos no Pátio da Galé.

Domingo é o dia dos estreantes desta edição, os Awaytomars, inseridos na plataforma LAB, e da angolana Nadir Tati. Os primeiros, tal como Nair Xavier, que também 'saltou' do Sangue Novo para a LAB, apresentam a coleção na Casa da Balança. O desfile de Nadir Tati, tal como os de Filipe Faísca, Kolovrat, Saymyname, Nuno Gama e Pedro Pedro, decorre no Pátio da Galé.

Mas a ModaLisboa é mais do que desfiles, que são acessíveis apenas por convite.

Nesta edição, regressa o Wonder Room, uma 'pop-up store' (loja temporária) de marcas nacionais, que terá as portas abertas ao público no espaço do BPI na Praça do Município, de sexta a domingo entre as 15:00 e as 21:00.

Ali será possível ficar a conhecer e adquirir o trabalho de marcas como a Alfamarama, Bohemian Swimwear, Cortebel, DCK, Fulana Beltrana Sicrana, Wasted Rita e Saccus, bem como de participantes no desfile Sangue Novo.

De regresso está também a "Workstation", uma exposição fotográfica que vai sendo montada ao longo dos três dias de ModaLisboa. 

Entre sexta-feira e domingo, os fotógrafos Gonçalo Borges Dias, Gonçalo Villaverde e Rita Carmo irão registar momentos desta edição, que poderão ser vistos na Sala do Risco, no Pátio da Galé.

Apesar de a ModaLisboa arrancar na sexta-feira, na quinta-feira há "Fast Talks", um "espaço de reflexão sobre os processos inerentes à criação e sobrevivência da marca", entre as 18:00 e as 20:00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

O debate, moderado pelo jornalista Luís Pedro Nunes, conta com a participação de Alfredo Orobio, da Awaytomars, de André Leal, da André Opticas, da artista e designer Joana Astolfi, de Paulo Macedo, da Vogue Portugal, da diretora de marketing da Parfois, Susana Coerver, e da relações públicas Xana Nunes.

Esta edição da ModaLisboa volta a contar com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, que, além da cedência de espaços, contribui com uma verba.

A 30 de janeiro do ano passado foi aprovado um novo protocolo de cooperação entre a Câmara e a Associação ModaLisboa, que prevê a realização de seis edições (duas em 2013, duas em 2014 e duas em 2015).

O financiamento da autarquia a esta edição, tal como na anterior, é de 317.500 euros.


LUSA
  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.