sicnot

Perfil

Cultura

Investigadores acreditam ter encontrado restos mortais de Miguel de Cervantes

Uma equipa de investigadores acredita ter encontrado os restos mortais do escritor Miguel de Cervantes e da sua mulher, Catalina de Salazar, na igreja das Trinitárias, em Madrid, indicaram à agência EFE fontes próximas do projeto.

© Susana Vera / Reuters

Os ossos foram encontrados em "muito mau estado" e misturados com material ósseo de vários outros adultos, num dos nichos da cripta que continha uma tábua com as iniciais M.C. (a pista que levou os investigadores a acreditar que estariam ali os restos do autor de D.Quixote).

Segundo as fontes citadas pela EFE, as análises de laboratório indicam que se trata de Cervantes e da sua mulher. 

Os investigadores indicaram que os restos - presumivelmente de Cervantes - foram encontrados não no local onde foi originariamente enterrado em 1616, mas sim num local para onde trasladaram os seus ossos em 1673, ano em que começaram as obras de remodelação da igreja.

O jornal El País escreve, por outro lado, que a Câmara Municipal de Madrid (Ayuntamiento) vai anunciar, "em breve" a descoberta dos restos ósseos de Miguel de Cervantes, sublinhando que estes nunca saíram da igreja madrilena. Por outro lado, a Câmara Municipal vai - segundo o El País - revelar que um grande fragmento da mandíbula de Cervantes e outros ossos seus foram encontrados no ataúde com as iniciais M.C. entre vários restos de ossos, mas de criança.

Por último, ainda segundo o jornal, o município madrileno vai anunciar que planeia instalar na própria cripta "um túmulo digno", com um design novo, transformando-o num local que possa ser visitado pelo público.

A equipa do município quer completar o projeto até ao mês de abril de 2016, data que marca o 400.º aniversário da morte do escritor.

O Ayuntamiento de Madrid financiou o projeto para encontrar os restos mortais de Cervantes na igreja onde foi enterrado, por seu desejo. Cervantes era um grande devoto da Ordem Trinitária, que o resgatou após cinco anos de cativeiro em Argel.

No convento anexo à Igreja das Trinitárias ainda vivem treze religiosas que, inicialmente, se opuseram às buscas, mas que acabaram por concordar com o projeto.

Os trabalhos começaram em finais de abril de 2014, quando a equipa localizou quatro sepulturas na igreja e na cripta com os nichos.

Após meses de burocracia para obter as autorizações necessárias, começou a 22 de janeiro a fase antropológica do projeto, quando cerca de 30 investigadores começaram as buscas na cripta, de setenta metros quadrados (e a cinco metros de profundidade).


Lusa
  • Partidos vão apresentar propostas alternativas à descida da TSU
    2:52

    TSU

    O Presidente da República defende a redução da Taxa Social Única mas deixa a porta aberta a outra via para compensar o aumento do salário mínimo. PCP e Bloco de Esquerda insistem que não pode haver contrapartidas que estimulem os salários baixos mas admitem outras formas de aliviar as empresas. À direita, também o CDS irá apresentar propostas.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.