sicnot

Perfil

Cultura

Brasil vai extraditar escritor italiano Cesare Battisti

A Polícia Federal do Brasil anunciou hoje, em comunicado, ter prendido o escritor italiano e antigo militante de extrema-esquerda Cesare Battisti, condenado nos anos 1970 em Itália a prisão perpétua por vários assassínios.

© Ricardo Moraes / Reuters

"A Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão administrativa para fins de deportação do italiano Cesare Battisti", refere o texto.

Segundo o comunicado, a prisão foi feita na cidade de Embu das Artes, no Estado de São Paulo, na sequência de uma decisão do tribunal.

O escritor vai ficar preso na superintendência regional da polícia de São Paulo até à "deportação ser efetivada".

A decisão foi tomada por uma juíza federal de Brasília, que "considerou nulo o ato do Governo federal que concedeu permanência no Brasil" ao escritor, noticiou a imprensa brasileira.

Segundo a imprensa, Battisti foi condenado em Itália a prisão perpétua por homicídio quando fazia parte do grupo dos Proletariados Armados pelo Comunismo.

O escritor fugiu para o Brasil em 2004, foi detido em 2007, mas em 2010 o antigo chefe de Estado brasileiro Lula da Silva considerou Battisti "alvo de perseguição e negou a extradição".

Lusa
  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52