sicnot

Perfil

Cultura

Brasil vai extraditar escritor italiano Cesare Battisti

A Polícia Federal do Brasil anunciou hoje, em comunicado, ter prendido o escritor italiano e antigo militante de extrema-esquerda Cesare Battisti, condenado nos anos 1970 em Itália a prisão perpétua por vários assassínios.

© Ricardo Moraes / Reuters

"A Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão administrativa para fins de deportação do italiano Cesare Battisti", refere o texto.

Segundo o comunicado, a prisão foi feita na cidade de Embu das Artes, no Estado de São Paulo, na sequência de uma decisão do tribunal.

O escritor vai ficar preso na superintendência regional da polícia de São Paulo até à "deportação ser efetivada".

A decisão foi tomada por uma juíza federal de Brasília, que "considerou nulo o ato do Governo federal que concedeu permanência no Brasil" ao escritor, noticiou a imprensa brasileira.

Segundo a imprensa, Battisti foi condenado em Itália a prisão perpétua por homicídio quando fazia parte do grupo dos Proletariados Armados pelo Comunismo.

O escritor fugiu para o Brasil em 2004, foi detido em 2007, mas em 2010 o antigo chefe de Estado brasileiro Lula da Silva considerou Battisti "alvo de perseguição e negou a extradição".

Lusa
  • Coreia do Norte foi "isolada à força"

    Mundo

    O empresário espanhol León Smit, que organiza visitas à Coreia do Norte, diz que o país foi "isolado à força", sendo "muito difícil" estabelecer relações comerciais com Pyongyang, sob o regime de Kim Jong-un.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite