sicnot

Perfil

Cultura

"Happy" também é plágio, diz família de Marvin Gaye

Para já, a família de Marvin Gaye diz que não pertende processar o cantor, mas a mulher e os filhos garantem que há muitas semelhanças entre a música "Happy" interpretada por Pharrel Williams e "Ain't That Peculiar" de Gaye lançada em 1966.

É caso para dizer vira o disco e toca o mesmo. A família de Marvin Gaye volta a acusar Pharrel Williams de ter plagiado mais uma música do falecido.


Desta vez as baterias estão apontadas para o hit "Happy", que chegou a tornar-se a canção mais vendida por download, na Grã-Bretanha.

 

A família de Marvin Gaye, parece ter decidido analisar à lupa o reportório de Pharrel e encontrou semelhanças. Desta feita, entre "Happy" e "Ain't  That Peculiar" de 1966.



 

Numa entrevista à CBS, Nona Gaye, filha do cantor revelou que "as duas são muito semelhantes". Já a viúva disse que nem precisou de ouvir a mistura para perceber que são iguais.


Ainda assim, a família de Marvin Gaye, diz que não pretende resolver o assunto em tribunal. Diz-se satisfeitas com o desfecho do processo que levou a tribunal a dupla de "Blurred Lines". 


Robin Thicke e Pharrel Williams foram condenados a pagar cerca de 7 milhões de euros, à família, por plágio. Para o tribunal “Blurred Lines” não é uma canção original, mas uma cópia do sucesso “Got to Give It Up” de 1977.


O advogado da dupla diz estar desiludido com a decisão. Acredita que a música surgiu do ''coração e alma dos cantores e não de outro lado" e considera que esta decisão vai inibir os músicos que tentarem reproduzir os sons de uma determinada era ou de um determinado artista.

 Especialistas e advogados têm afirmado que este veredicto não vai refletir-se apenas nas carteiras de Thicke e Williams. Em causa, poderá estar o significado de "violação dos direitos de autor" para todos os artistas da indústria fonográfica.

 

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.