sicnot

Perfil

Cultura

"Capitão Falcão", sátira ao Estado Novo, estreia 23 de abril

O filme português "Capitão Falcão", de João Leitão e protagonizado por Gonçalo Waddington, no papel de um super-herói fascista, estreia-se a 23 de abril em cerca de 50 salas.

Capitão Falcão e Puto Perdiz, interpretados respetivamente por Gonçalo Waddington e David Chan

Capitão Falcão e Puto Perdiz, interpretados respetivamente por Gonçalo Waddington e David Chan

Sendo uma paródia ao Estado Novo, envolvendo fascistas, comunistas e revolucionários, a produção sempre quis apontar a estreia para perto do aniversário da revolução de abril de 1974, explicou João Leitão. Acontecerá este ano com distribuição da NOS Lusomundo Audiovisuais.

A rodagem de "Capitão Falcão" terminou em 2013, mas a pós-produção estendeu-se por mais um ano, por causa dos efeitos especiais e da banda sonora, composta por Pedro Marques e gravada pela Orquestra Sinfónica de Praga.

"Foi um bocado demente, mas foi uma grande aposta nossa, na música e na pós-produção", disse João Leitão.

"Capitão Falcão" conta com Gonçalo Waddington no papel de Capitão Falcão e David Chan no de Puto Perdiz, uma espécie de "Batman e Robin, mas fascistas", disse João Leitão à Lusa num dos últimos dias de rodagem, em novembro de 2013.

É um filme de aventura e ação passado nos anos 60 em Portugal, em que o super-herói tem como missão, a mando de Salazar, defender os valores do Estado Novo e combater os vilões - os que lutam pela liberdade e pela democracia -, como os comunistas e os capitães de abril.

O elenco inclui também José Pinto, no papel de Salazar, Rui Mendes, Luís Vicente, Miguel Guilherme, Carla Maciel, Bruno Nogueira, Nuno Lopes, Ricardo Carriço e um grupo de duplos que interpretaram as cenas coregrafadas de pancadaria, quedas e explosões, supervisionadas pelo ator David Chan.

Com Lusa

  • "Capitão Falcão" em rodagem em Lisboa

    Cultura

    O filme "Capitão Falcão", uma paródia ao período do Estado Novo, está a ser gravado em Lisboa. A longa-metragem só estreará no verão de 2014. O elenco inclui nomes como Gonçalo Wadingotn, Rui Mendes, Miguel Guilherme, Bruno Nogueira, entre outros. O filme é inspirado nas bandas desenhadas, nos super-heróis norte-americanos, na estética e na linguagem dos filmes de lutas dos anos 1960 e 1970.

  • Confrontos entre gangues rivais na prisão brasileira de Natal

    Mundo

    Dois gangues rivais entraram em confronto na Penitenciária de Alcaçuz, a mesma onde morreram 26 presos num motim esta semana, avança a agência France Press. O site da Globo refere que há um morto e sete feridos. O Exército já foi chamado a intervir.

    Em desenvolvimento

  • As crianças e o frio. O que vestir
    1:58

    País

    O médico Pedro Ribeiro da Silva, da Direção-Geral da Saúde, aconselha especial cuidado com as extremidades do corpo - usar luvas e gorros. E demasiado agasalhadas pode levá-as a transpirar mais e, consequentemente, desidratar.

  • Transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos
    2:32

    Economia

    Os transportes públicos de Cascais vão ficar mais baratos já a partir do próximo mês e a poupança nos passes combinados pode chegar até aos 12 euros por mês. Para além disso, foram criados 1280 lugares de estacionamento gratuito junto às estações da CP e Governo reafirma ainda que a linha será alvo de obras de melhoramentos este ano. Em 2016 passaram pela linha de Cascais 25 milhões de passageiros, mais 2,9% que no ano anterior.

  • Edíficio histórico de Teerão desmorona-se durante incêndio
    1:20
  • Cantora da Lambada encontrada morta carbonizada

    Cultura

    A cantora brasileira Loalwa Braz Vieira, ícone da Lambada do fim dos anos 80 e intérprete da música "Chorando se foi", foi encontrada morta num carro incendiado em Saquarema, Rio de Janeiro. A notícia é avançada pela Globo.