sicnot

Perfil

Cultura

Passos manifesta tristeza por morte de mestre da língua portuguesa

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, manifestou hoje "tristeza" pela morte do poeta Herberto Hélder, afirmando que era "um verdadeiro mestre da língua portuguesa" e que deixa "um precioso legado de obra poética e de reflexão literária".

© Yves Herman / Reuters

Herberto Hélder morreu na segunda-feira, aos 84 anos, na sua casa em Cascais e, segundo fonte familiar, haverá uma cerimónia fúnebre privada apenas para a família.

Numa nota enviada à agência Lusa, Passos Coelho refere que Herberto Hélder "fez da expressão da sua consciência poética uma vocação extraordinária, enriquecendo todos os que o leram e ouviram". 

"É unânime o reconhecimento da singularidade e importância da sua obra e há muito que ela integrou o património cultural nacional", acrescenta a mesma nota. 

O primeiro-ministro envia ainda à família enlutada "sentidas condolências, extensíveis aos seus colegas e amigos".

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.