sicnot

Perfil

Cultura

Festa do Cinema Italiano decorre até ao dia 2 de abril em Lisboa

A realizadora italiana Alice Rohrwacher apresenta hoje, em Lisboa, o filme "O país das maravilhas", na abertura oficial da Festa do Cinema Italiano, que cumpre a oitava edição até 2 de abril, na capital.

© Agencja Gazeta / Reuters

Premiado em 2014, em Cannes, "O país das maravilhas", sobre uma família peculiar, será exibido no cinema São Jorge em antestreia nacional. Alba Rohrwacher, protagonista e irmã da realizadora, também estará em Lisboa.

Este ano, a Festa do Cinema Italiano - com uma das mais extensas programações - mostrará "Que estranho chamar-se Federico", documentário de Ettore Scola sobre uma das maiores figuras do cinema italiano, Federico Fellini, que morreu há vinte anos.

Haverá ainda uma retrospetiva dedicada a Sergio Leone, mestre do "western spaghetti", em parceria com a Cinemateca Portuguesa, e que inclui uma versão em cópia restaurada de "Era uma vez na América" e de "O bom, o mau e o vilão".

 A Festa do Cinema Italiano abre uma janela para a produção televisiva e exibirá na íntegra "Gomorra", a série de Stefano Sollima, Francesca Comencini e Claudio Cupellini, baseada na obra homónima de Roberto Saviano.

Também em cópia restaurada será exibido "Cinema Paraíso", premiado filme de Giuseppe Tornatore.

A secção competitiva contará com "Almas negras", de Francesco Munzi, "As belas coisas", de Agostino Ferrente e Giovanni Piperno, "Incompreendida", de Asia Argento, "Com a graça de Deus", de Edoardo Winspeare, "Mais escuro que a meia-noite", de Sebastiano Riso, e "Short skin", de Duccio Chiarini.

O encerramento em Lisboa acontecerá a 02 de abril, com a comédia "O rapaz invisível", de Gabriele Salvatore, sobre um adolescente que descobre que o fato que comprou tem o poder de o tornar invisível. 

Pela primeira vez, a mostra terá programação infantil, intitulada "Piccolini", focada em algumas figuras conhecidas, nomeadamente Pinóquio, Topo Gigio e Calimero.

Depois de Lisboa, a Festa do Cinema Italiano segue para o Porto (de 09 a 12 de abril), Coimbra, Loulé e Funchal.  

Lusa
  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.