sicnot

Perfil

Cultura

Livro "Diamantes de Sangue" registou 15 mil "downloads" em menos de 48 horas

O livro "Diamantes de Sangue", do ativista e jornalista angolano Rafael Marques, disponibilizado gratuitamente na Internet pela editora Tinta da China, registou 15 mil "downloads" em menos de 48 horas, disse hoje à Lusa a diretora editorial.

(SIC/ Arquivo)

"O livro registou oficialmente cerca de 15 mil 'downloads' apenas a partir dos sítios da editora (Tinta da China) e 'Maka Angola', de Rafael Marques, desde segunda-feira", disse Bárbara Bulhosa.

A responsável sublinhou que o número real de consultas "é superior" porque o livro em formato digital pode ser igualmente partilhado e consultado a partir de páginas pessoais, blogues, redes sociais ou outras publicações na Internet e que escapam à contabilidade oficial da Tinta da China.

O livro "Diamantes de Sangue" ficou disponível gratuitamente, através da Internet, na segunda-feira ao fim da tarde, numa ação de solidariedade da editora, um dia antes do início do julgamento do autor, em Luanda. 

"Desta forma os angolanos que não têm acesso ao livro podem consultá-lo", disse Bárbara Bulhosa.

Rafael Marques é acusado de "denúncia caluniosa", por ter exposto abusos contra os direitos humanos na província diamantífera angolana da Lunda Norte, com a publicação, em Portugal, em setembro de 2011, do livro "Diamantes de Sangue: Tortura e Corrupção em Angola". 

Os queixosos são sete generais, liderados pelo ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, general Manuel Hélder Vieira Dias Júnior, conhecido como "Kopelipa", e os representantes de duas empresas diamantíferas.

O julgamento que teve início na terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda acabou por ser suspenso até ao dia 23 de abril, porque foram apresentadas novas queixas sem que o arguido tivesse sido notificado.

"Estou cada vez mais preocupada porque o Rafael preparou-se para nove acusações mas chegou ao tribunal e passou a ter mais 15 novas acusações sem ter sido notificado. É óbvio que isto é preocupante", salientou Bárbara Bulhosa.

Na terça-feira, Rafael Marques explicou à Lusa que julgamento foi adiado por "questões processuais", acrescentando que o processo o motiva "ainda mais" a continuar a denunciar abusos de direitos humanos em Angola.  

"Isto não me vai fazer desistir de absolutamente nada. Antes pelo contrário. Isto só vem dar-me mais ânimo".

Entretanto, a seção portuguesa da Amnistia Internacional (AI) disse hoje à Lusa que a organização vai solicitar um encontro com o primeiro-ministro de Portugal Pedro Passos Coelho no sentido de sensibilizar as autoridades angolanas sobre o julgamento de Rafael Marques.

Além dos encontros que vão ser solicitados ao primeiro-ministro e ao ministro dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, a Amnistia Internacional vai pedir encontros com o Departamento de Estado norte-americano, em Washington, e com o chefe da diplomacia brasileira, Mauro Vieira, em Brasília.

"Portugal faz neste momento parte do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, tornando-se ainda mais importante o encontro com o governo português sobre Rafael Marques", disse hoje à Lusa Teresa Pina, diretora da seção portuguesa da AI. 

A Amnistia Internacional lançou na passada sexta-feira uma petição na Internet que, segundo Teresa Pina, foi subscrita por 3.492 pessoas através da página da seção portuguesa da organização.

A campanha lançada em todo o mundo regista um especial envolvimento das secções de Portugal, Estados Unidos e Brasil e pode ser consultada através da página oficial da organização na internet ( http://www.amnistia-internacional.pt/ ). 

Lusa
  • Mais de 50 concelhos do país em risco máximo de incêndio

    País

    Mais de meia centena de concelhos de dez distritos do país estão hoje em risco 'máximo' de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). De acordo com o IPMA, estão sob este aviso 51 concelhos dos distritos de Castelo Branco, Faro, Portalegre, Santarém, Coimbra, Leiria, Guarda, Vila Real, Viseu e Bragança.

  • "Ao contrário do que diz a direita, o futuro dos jovens é aqui"
    0:52

    Economia

    António Costa atacou esta sexta-feira à noite a direita com o aumento do emprego jovem. Perante vários jovens no acampamento nacional da Juventude Socialista, o secretário-geral do PS dirigiu-se ainda aos partidos de direita para garantir que o aumento do salário mínimo está a criar mais emprego com maior qualidade.

  • Uma viagem aérea por Pegões
    1:00
    Visão de Portugal

    Visão de Portugal

    DIARIAMENTE NO JORNAL DA NOITE

    O espaço Visão de Portugal, do Jornal da Noite da SIC, mostra o país através de imagens aéreas. A rubrica leva-nos esta sexta-feira a sobrevoar Pegões, no concelho de Tomar. 

  • Porto eleito pela terceira vez o melhor destino europeu 
    2:53

    País

    O Porto foi eleito o melhor destino europeu pela terceira vez e as distinções internacionais não param de chegar. Desta vez os elogios chegam através da norte-americana CNN. Os preços acessíveis, a gastronomia, a história e a arquitetura são os pontos da cidade que tem a rua com maior tráfego do país. 

  • Lisboa é o terceiro melhor destino de cruzeiros
    1:22

    País

    O Turismo em Lisboa tem registado um crescimento. A cultura, a arte e os preços baixos são os pontos fortes apontados pelos turistas. A capital é já considerada o terceiro melhor destino de cruzeiros. O novo terminal do porto de Lisboa e a ligação direta a Pequim deverão aumentar ainda mais o número de visitantes.

  • Ir ao Minho e a Sintra
    22:50
  • Líder da Palestina hospitalizado

    Mundo

    O Presidente palestiniano, Mahmud Abbas, de 82 anos, foi hospitalizado este sábado em Ramallah, na Cisjordânia, para se submeter a um "exame de rotina" durante algumas horas, anunciou um porta-voz.