sicnot

Perfil

Cultura

Casa Fernando Pessoa e Fundação José Saramago juntam-se para promoção da leitura

A Casa Fernando Pessoa e a Fundação José Saramago, ambas em Lisboa, anunciaram hoje que vão trabalhar em programação conjunta, para estimular "o prazer da leitura" e divulgar "dois nomes maiores da cultura portuguesa".

josesaramago.org

josesaramago.org

Os dois organismos assinaram um acordo de parceria, válido por um ano, para desenvolver atividades em torno da obra de Fernando Pessoa e de José Saramago. Em breve deverá ser aplicado um bilhete de desconto mútuo para quem visitar os dois espaços culturais.

A Casa Fernando Pessoa abriu em 1993, em Campo de Ourique, na casa onde o poeta de "A mensagem" viveu os últimos 15 anos de vida, e a Fundação José Saramago funciona na Casa dos Bicos, junto ao Tejo, desde 2012. 

Apesar de terem programação cultural própria, as duas estruturas já tinham colaborado esporadicamente no passado, sublinhando agora a intenção de reforçar a parceria.

Em novembro passado, o programa "Os dias do Desassossego", da Casa Fernando Pessoa, contou com uma parceria com a fundação. Mais recentemente colaboraram no ciclo de leitura de contos "Sem casas não haveria ruas", com a editora BOCA.

Em fevereiro, este ciclo decorreu na Casa Fernando Pessoa, em torno da obra de Nuno Bragança. Este mês acontece na Fundação José Saramago, com o contador de histórias Carlos Marques.

Em comunicado conjunto, o diretor da Fundação José Saramago, Sérgio Machado Letria, afirma que este acordo de promoção das obras dos dois autores portugueses tem em atenção o "crescimento do turismo em Lisboa".

A diretora da Casa Fernando Pessoa, Clara Riso, fala numa futura "programação articulada e dialogante" que estimule "o interesse e o contacto dos leitores, com dois grandes escritores que são de Lisboa e do mundo".


Lusa
  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22