sicnot

Perfil

Cultura

Portuguesa de 15 anos vence prémio internacional de fotografia

Uma imagem de um grupo de cantares alentejanos pouco antes da inscrição do cante  na lista do património cultural imaterial da Unesco valeu a uma jovem portuguesa de 15 anos um prémio de fotografia internacional, foi hoje anunciado.  

Beatriz Rocha venceu a categoria Cultura na secção juvenil (até 19 anos) dos Prémios Mundiais de Fotografia Sony, considerada a maior competição do género a nível internacional. 


A jovem portuguesa, que frequenta o 9º ano na na escola Secundária Gabriel Pereira, em Évora, onde reside, admitiu à agência Lusa ter ficado chocada com a vitória. 


"Chorei, ri-me e por momentos não acreditei... Creio que ainda não tenho a noção do que ganhei. Os meus pais fizeram uma festa maior que eu, apesar de eu estar igualmente ou mais feliz", contou. 


Beatriz Rocha era uma dos oito finalistas da categoria, onde chegou após uma seleção entre 6.600 candidaturas de todo o mundo feita por um júri de profissionais. 


Ao todo, foram a concurso 183.737 imagens nesta edição do prémio, na qual o português Eduardo Leal (4SEE Photographers) é também finalista na secção para profissionais na categoria Campanhas.


As secções em competição dividem-se em profissionais e juvenis e, por sua vez, em 13 categorias temáticas, que vão desde a paisagem, a arquitetura, a atualidade, conceptual, artes, retratos, viagens, entre outras.


A imagem vencedora de Beatriz Rocha foi captada no ano passado no Teatro Garcia de Resende, onde acompanhou o pai, fotógrafo profissional, numa sessão de fotografia com o grupo "Cantares de Évora". 


A ideia, explicou, era juntar duas dimensões da memória histórica de Évora, cujo centro histórico já era património da Humanidade e cuja parte da cultura pretendia ser classificada Património Imaterial. 


A jovem disse ter experimentado várias perspetivas, mas gostou especialmente desta: "Na foto os cantantes estão num 'à vontade' que eu achei muito interessante".

Além do interesse por fotografar, que serve para se expressar e "abstrair do quotidiano", herdou do pai a máquina que usou, um modelo destinado a fotógrafos experientes. 


Recebeu também dos progenitores o incentivo a participar na competição, apesar de o pai não o ter feito: "Ele, não sei bem porquê, não concorre a concursos".


O prémio vai valer à jovem eborense uma máquina fotográfica de topo e um smartphone da Sony, bem como a entrada para o prémio de Jovem Fotógrafo do Ano. 


O vencedor receberá o galardão numa cerimónia em Londres a 23 de abril, quando serão anunciados os galardoados das categorias profissionais.


Independentemente do resultado final, a imagem de Beatriz Rocha já conquistou a presença numa exposição em Londres, entre 24 de abril a 10 de maio, e num livro a publicar com as melhores imagens da edição de 2015 dos Prémios Mundiais de Fotografia Sony. 


Apesar do feito, a adolescente prefere olhar para a fotografia como um 'hobby' e não como uma aspiração profissional.


"Por enquanto estou a pensar seguir uma carreira no ramo da física, mas sou jovem, portanto terei tempo para pensar e talvez mudar de ideias", disse. 



Lusa
  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47