sicnot

Perfil

Cultura

David Lynch abandona nova série "Twin Peaks"

O realizador norte-americano desistiu de realizar nove novos episódios da série de culto que criou na década de 90. David Lynch alega que o dinheiro que lhe foi oferecido para escrever o guião "não é suficiente para o que é preciso fazer". 

© Andrew Kelly / Reuters

"Após um ano e quatro meses de negociações [com a Showtime] abandonei-as porque não foi oferecido dinheiro suficiente para escrever o guião da forma que eu acho que é necessário (...) Amo o mundo de Twin Peaks e desejava que as coisas tivessem corrido de outra forma", escreveu David Lynch domingo no  Facebook.

A nova série deveria ser escrita e produzida pela mesma dupla David Lynch e Mark Frost e filmada por Lynch durante 2015. 

"Este fim de semana comecei a contactar os atores para os avisar que não serei o realizador. 'Twin Peaks' continuará nas mãos da Showtime", garantiu. 

Numa declaração à  Variety, a Showtime confirmou que Lynch abandonou o projeto mas não informou se a nova série vai continuar sem ele.

Em outubro do ano passado, a Showtime revelava que os nove episódios da nova série "decorrem nos dias de hoje "continuando a tradição da série original e fornecem as respostas há muito desejadas pelos fãs".

A história de "Twin Peaks" centrava-se na investigação de um agente do FBI à morte de uma adolescente, Laura Palmer, na pequena cidade fictícia de Twin Peaks. Os segredos escondidos vão sendo a pouco e pouco revelados, a atmosfera peculiar de mistério e sobrenatural transformou a série num objeto de culto com uma legião de fãs.

As duas temporadas da série foram exibidas entre 1990 e 1991. Em 1992, Lynch realizou um filme prequela, "Os últimos sete dias de Laura Palmer".



  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01