sicnot

Perfil

Cultura

Aprovado voto de pesar da Câmara do Porto e minuto de silêncio pela morte de Manoel de Oliveira

O executivo da Câmara do Porto aprovou hoje por unanimidade o voto de pesar pela morte do realizador português Manoel de Oliveira, ocorrida na quinta-feira, e cumpriu um minuto de silêncio durante a reunião pública da autarquia.

JOS\303\211 COELHO

A proposta, apresentada no período de antes da ordem do dia da sessão pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, pretendeu ainda ratificar o despacho do autarca que decretou três dias luto municipal pela morte do cineasta.

O funeral do realizador português Manoel de Oliveira, que morreu na quinta-feira, realizou-se na sexta-feira, no Porto, com o país a cumprir o segundo dia de luto nacional pelo realizador.

Manoel de Oliveira, que dizia que a vida era um mistério e uma derrota, morreu na quinta-feira, em casa, no Porto, aos 106 anos, tendo a sua morte sido lamentada por variados quadrantes da sociedade e com ecos na imprensa internacional. 

O último filme de Manoel de Oliveira foi a curta-metragem "O velho do Restelo", "uma reflexão sobre a Humanidade", estreada em dezembro passado, por ocasião do 106º aniversário.

No final deste mês ou no começo de maio, será exibido, em Lisboa e no Porto, o filme "Visita ou memórias e confissões", que o realizador Manoel de Oliveira rodou em 1982, para apenas ser mostrado publicamente após a sua morte.

Na reunião de hoje, o executivo portuense aprovou ainda por unanimidade mais três votos de pesar e outros tantos minutos de silêncio pelo falecimento do poeta Herberto Hélder, do economista José Silva Lopes e de Judite Pinheiro Torres, a segunda mulher a exercer o cargo de vereadora da autarquia portuense com pelouro atribuído.


  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.