sicnot

Perfil

Cultura

Novo filme de animação da Pixar mostra mundo das emoções na adolescência

Os estúdios de cinema de animação da Pixar, nos Estados Unidos, estão a preparar a estreia, a 19 de junho, do filme "Inside Out", cuja produção demorou cinco anos e aborda o mundo emocional adolescente. 

© Lucy Nicholson / Reuters

Riley, uma menina de onze anos, é a protagonista da nova longa-metragem de animação, que explora as cinco emoções em batalha constante no interior da sua mente.

As emoções de Riley são lideradas pela alegria, seguida por vezes pela tristeza, o medo, a repulsa ou a raiva.

"É um filme sobre o papel das emoções nas nossas vidas e como nos ligam às outras pessoas", explicou, numa entrevista à agência noticiosa Efe, na sede dos estúdios Pixar, na Califórnia, o realizador Pete Docter, assinalando que se trata de uma obra "muito pessoal".

Explicou que a transformação pela qual passou a filha, Ellie, durante a adolescência, foi uma das fontes de inspiração deste filme, que se baseia também na sua "difícil experiência" pessoal nessa etapa da juventude.

"Os meus pais mudaram-se da Dinamarca quando eu tinha onze anos e foi muito difícil para mim", recordou Pete Docter, acrescentando que teve uma adolescência triste, sentindo-se distanciado das outras crianças e passando grande parte do tempo fechado no quarto a desenhar.

O filme - criado por uma equipa de 250 pessoas - mostra a infância feliz de Riley enquanto vive com a família no Estado de Minesota, nos Estados Unidos, e como as coisas se complicam quando a família decide mudar-se para São Francisco.

De acordo com os estúdios, "Inside Out" é muito diferente das produções da Pixar criadas até agora, porque apresenta de forma paralela o mundo real e o mundo que decorre no interior da mente de Riley.


Lusa
  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.