sicnot

Perfil

Cultura

Divulgada lista de nomeados aos prémios Bafta de televisão 2015

Já são conhecidos os nomeados para os prémios Bafta de televisão 2015. Este ano, a Netflix reforçou a sua presença nos prémios da academia britânica que, só em 2013, passaram a integrar programas emitidos na internet.

Benedict Cumberbatch está, pela terceira vez, na corrida ao Bafta de Melhor ator em televisão, pelo desempenho na série "Sherlock". (Arquivo)

Benedict Cumberbatch está, pela terceira vez, na corrida ao Bafta de Melhor ator em televisão, pelo desempenho na série "Sherlock". (Arquivo)

© Neil Hall / Reuters

"House of Cards" e "Orange is the New Black" são as duas séries que representam a plataforma digital. Estão nomeadas na categoria de Melhor programa televisivo internacional, juntamente com "The Good Wife" e "True Detective". 

Benedict Cumberbatch está, pela terceira vez, na corrida ao Bafta de Melhor ator em televisão, pelo desempenho na série "Sherlock". Está nomeado juntamente com Toby Jones, em "Marvellous", Jason Watkins em "The Lost Honour Of Christopher Jefferies" e James Nesbitt, em "The Missing". 

Na categoria de Melhor actriz estão Keeley Hawes, Sheridan Smith, Georgina Campbell e Sarah Lancashire. 

Este ano, a liderança nas 12 categorias é partilhada por "Happy Valley", "Line of Duty", "The Missing" e "Marvellous", com três indicações cada. 

Os Bafta de televisão 2015 vão ser entregues a 10 de maio, em Londres.
  • Espanha e Portugal a um ponto dos oitavos

    Mundial 2018 / Irão

    A Espanha colocou-se esta quarta-feira a um ponto dos oitavos de final do Mundial 2018 e deixou Portugal em situação idêntica, ao vencer o Irão por 1-0, em jogo do grupo B, disputado em Kazan.

  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Lançamento de balões no São João do Porto em risco

    País

    Lançar balões nas festas do São João do Porto pode não ser possível este ano, tudo irá depender das condições atmosféricas. A Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural admitiu, esta quarta-feira, que está a acompanhar a situação mas que ainda nada está decidido.