sicnot

Perfil

Cultura

Divulgada lista de nomeados aos prémios Bafta de televisão 2015

Já são conhecidos os nomeados para os prémios Bafta de televisão 2015. Este ano, a Netflix reforçou a sua presença nos prémios da academia britânica que, só em 2013, passaram a integrar programas emitidos na internet.

Benedict Cumberbatch está, pela terceira vez, na corrida ao Bafta de Melhor ator em televisão, pelo desempenho na série "Sherlock". (Arquivo)

Benedict Cumberbatch está, pela terceira vez, na corrida ao Bafta de Melhor ator em televisão, pelo desempenho na série "Sherlock". (Arquivo)

© Neil Hall / Reuters

"House of Cards" e "Orange is the New Black" são as duas séries que representam a plataforma digital. Estão nomeadas na categoria de Melhor programa televisivo internacional, juntamente com "The Good Wife" e "True Detective". 

Benedict Cumberbatch está, pela terceira vez, na corrida ao Bafta de Melhor ator em televisão, pelo desempenho na série "Sherlock". Está nomeado juntamente com Toby Jones, em "Marvellous", Jason Watkins em "The Lost Honour Of Christopher Jefferies" e James Nesbitt, em "The Missing". 

Na categoria de Melhor actriz estão Keeley Hawes, Sheridan Smith, Georgina Campbell e Sarah Lancashire. 

Este ano, a liderança nas 12 categorias é partilhada por "Happy Valley", "Line of Duty", "The Missing" e "Marvellous", com três indicações cada. 

Os Bafta de televisão 2015 vão ser entregues a 10 de maio, em Londres.
  • Celebridades protestam contra Donald Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por um avalanche em Itália
    1:44
  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida