sicnot

Perfil

Cultura

Festival IndieLisboa vai recordar o cinema de Manoel de Oliveira

O Festival de Cinema IndieLisboa, que começa no dia 23, irá homenagear o realizador Manoel de Oliveira com os filmes "O estranho caso de Angélica" e "A Caça", incluindo ainda "Les gans blancs", de Louise Traon, sobre colaboradora do cineasta.

Indielisboa

Manoel de Oliveira, que morreu a 02 de abril aos 106 anos, foi "um dos maiores exemplos de independência artística: um realizador livre, contra as correntes, sempre fiel à reinvenção da forma cinematográfica", afirmou hoje a direção do IndieLisboa.

Para recordar o legado do cinema de Manoel de Oliveira, a organização apresentará em Lisboa - e pela primeira vez no Porto - o documentário "Les gants blancs", da realizadora francesa Louise Traon. No dia 30 na Cinemateca e a 02 de maio no Rivoli.

Naquele filme, a realizadora, que estará em Portugal, aborda o trabalho da mãe, Valérie Loiseleux, que foi montadora de várias obras de Manoel de Oliveira, nomeadamente "Vale Abraão", "O Convento", "Espelho Mágico" e o mais recente "O Gebo e a Sombra".

"Les gants blancs" será exibido juntamente com "O Estranho Caso de Angélica". 

No final do IndieLisboa, a cerimónia de entrega de prémios será precedida do filme "A Caça", curta-metragem de Manoel de Oliveira, de 1963, "para que o espírito de um cinema livre acompanhe os novos talentos premiados no festival".

A 12.ª edição do Festival Internacional de Cinema Independente de Lisboa decorrerá de 23 de abril a 03 de maio.


Lusa
  • IndieLisboa chega dia 23 de abril e traz Capitão Falcão
    2:10

    Cultura

    O IndieLisboa começa dia 23 de abril e decorre até 3 de maio. A décima segunda edição do Festival Internacional de Cinema Independente tem novas secções, exibe 260 filmes e começa com uma história portuguesa. Um super heroi português no tempo do Estado Novo, Capitão Falcão partilha o nome com o filme que marca a abertura da 12ª edição do IndieLisboa.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.