sicnot

Perfil

Cultura

Nani Moretti, Todd Haynes e Gus Van Sant em competição no Festival de Cannes

Nani Moretti, Gus Van Sant, Jacques Audiard e Todd Haynes são alguns dos realizadores que terão filmes em competição no Festival de Cinema de Cannes, marcado para maio em França, e que não inclui cinema português.

Conferência de imprensa de apresentação dos filmes em competição em Cannes 2015.

Conferência de imprensa de apresentação dos filmes em competição em Cannes 2015.

© Benoit Tessier / Reuters

Na conferência de imprensa, hoje em Paris, a direção do festival falou de uma "seleção de risco" e com vários regressos à competição de Cannes, entre os 1854 filmes submetidos. Foram revelados 16 filmes, mas a seleção não está fechada, devendo incluir no total vinte obras.

A 68ª edição do Festival de Cannes decorrerá de 13 a 24 de maio em França e a abertura será com "La Tête Haute", da realizadora Emmanuelle Bercott, fora de competição.

Da lista de filmes a competição fazem parte "Dheepan", de Jacques Audiard, "A tale of tales", de Matteo Garrone, o realizador de "Gomorra" que já foi premiado em Cannes.

Todd Haynes apresentará "Carol", sobre o relacionamento entre duas mulheres, nos Estados Unidos nos anos 1950, e Hsiao-Hsien Hou, presença regular em Cannes, mostrará "The Assassin".

O realizador italiano Nani Moretti, Palma d'Ouro em 2001 com o drama "O quarto do filho", está de volta ao festival francês com "Mia Madre". O conterrâneo Paolo Sorrentino competirá com "Youth".

Gus Van Sant, que em 2003 foi eleito o melhor realizador com "Elefante", terá "The sea of trees". 

"The lobster", com Colin Farrell e Rachel Weiz, do grego Yorgos Lanthimos, autor de "Canino",  e "Louder than bombs", de Joachim Trier, também foram escolhidos.

Fora de competição, Cannes mostrará, por exemplo, a adaptação de "O principezinho", de Saint-Exupéry por Mark Osborne, "Irrational man", de Woody Allen, e "A tale of love and  darkness", de Nathalie Portman.

Foi ainda destacada a presença, na secção "Un Certain Regard", do filme "Nahid", da realizadora iraniana Ida Panahandeh. 

O júri que decidirá a Palma d'Ouro é presidido pelos irmãos Joel e Ethan Coen. A secção "Un Certain Regard" terá como presidente júri a atriz Isabella Rossellini e a "Cinéfondation" será presidida pelo realizador Abderrahmane Sissako.

Lusa
  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.