sicnot

Perfil

Cultura

Nani Moretti, Todd Haynes e Gus Van Sant em competição no Festival de Cannes

Nani Moretti, Gus Van Sant, Jacques Audiard e Todd Haynes são alguns dos realizadores que terão filmes em competição no Festival de Cinema de Cannes, marcado para maio em França, e que não inclui cinema português.

Conferência de imprensa de apresentação dos filmes em competição em Cannes 2015.

Conferência de imprensa de apresentação dos filmes em competição em Cannes 2015.

© Benoit Tessier / Reuters

Na conferência de imprensa, hoje em Paris, a direção do festival falou de uma "seleção de risco" e com vários regressos à competição de Cannes, entre os 1854 filmes submetidos. Foram revelados 16 filmes, mas a seleção não está fechada, devendo incluir no total vinte obras.

A 68ª edição do Festival de Cannes decorrerá de 13 a 24 de maio em França e a abertura será com "La Tête Haute", da realizadora Emmanuelle Bercott, fora de competição.

Da lista de filmes a competição fazem parte "Dheepan", de Jacques Audiard, "A tale of tales", de Matteo Garrone, o realizador de "Gomorra" que já foi premiado em Cannes.

Todd Haynes apresentará "Carol", sobre o relacionamento entre duas mulheres, nos Estados Unidos nos anos 1950, e Hsiao-Hsien Hou, presença regular em Cannes, mostrará "The Assassin".

O realizador italiano Nani Moretti, Palma d'Ouro em 2001 com o drama "O quarto do filho", está de volta ao festival francês com "Mia Madre". O conterrâneo Paolo Sorrentino competirá com "Youth".

Gus Van Sant, que em 2003 foi eleito o melhor realizador com "Elefante", terá "The sea of trees". 

"The lobster", com Colin Farrell e Rachel Weiz, do grego Yorgos Lanthimos, autor de "Canino",  e "Louder than bombs", de Joachim Trier, também foram escolhidos.

Fora de competição, Cannes mostrará, por exemplo, a adaptação de "O principezinho", de Saint-Exupéry por Mark Osborne, "Irrational man", de Woody Allen, e "A tale of love and  darkness", de Nathalie Portman.

Foi ainda destacada a presença, na secção "Un Certain Regard", do filme "Nahid", da realizadora iraniana Ida Panahandeh. 

O júri que decidirá a Palma d'Ouro é presidido pelos irmãos Joel e Ethan Coen. A secção "Un Certain Regard" terá como presidente júri a atriz Isabella Rossellini e a "Cinéfondation" será presidida pelo realizador Abderrahmane Sissako.

Lusa
  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.