sicnot

Perfil

Cultura

Feira de Gravura em Londres mostra novos trabalhos de Paula Rego

Quatro novas gravuras da pintora Paula Rego vão ser apresentadas pela primeira vez, a partir de quinta-feira, na Feira de Gravuras Originais de Londres, na Academia Real das Artes, na capital britânica.

Paula Rego

Paula Rego

AP

Segundo informações da galeria Marlborough, que representa a artista portuguesa, as gravuras foram concluídas no final do ano passado, mas só agora foram impressas e assinadas, pelo que estão datadas de 2015.

As quatro gravuras, coloridas e com temas infantis frequentes na obra gráfica de Paula Rego, combinam água-forte e água-tinta e têm dimensões de 43 centímetros por 34 centímetros.

Cada uma tem uma edição limitada de 50 cópias, que estarão à venda por 1140 libras (cerca de 1600 euros) no certame, que decorre até domingo.

Os títulos são "Money Bath", "The Tweaking Game", "Visiting Animals" e "Carrot Soup".

Esta será a 29.ª edição da Feira de Gravuras Originais de Londres, onde participação cerca de 50 galerias internacionais para mostrar e vender, desde xilogravuras do início da Renascença, a trabalhos de artistas contemporâneos.

Recentemente, a maior coleção da obra gráfica da pintora portuguesa foi a leilão em Londres, mas os resultados ficaram aquém das estimativas da Christie's.

A pintora portuguesa começou a desenhar ainda criança e partiu para a capital britânica com apenas 17 anos, para estudar na Slade School of Fine Art.

Em Londres conheceu o futuro marido, o artista inglês Victor Willing, falecido em 1988, cuja obra Paula Rego já mostrou por várias vezes no museu Casa das Histórias, em Cascais, que detém um acervo de obras da autora.

Na pintura de Paula Rego surgem muitas imagens típicas da infância, por vezes 'fetichistas' e até traumáticas, relacionadas com a violência, e os animais são muitas vezes os protagonistas da sua linguagem pictórica.

Nas últimas décadas, a pintora tem abordado temas políticos, como o abuso de poder, e sociais, como o aborto, entre outros do universo feminino.

Paula Rego, que em janeiro completou 80 anos, foi distinguida em 2010 pela rainha Isabel II com o grau de Oficial da Ordem do Império Britânico, pela sua contribuição para as artes.



Lusa
  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19