sicnot

Perfil

Cultura

Slum Village e Sam The Kid juntam-se ao cartaz do Summer Fest em julho na Ericeira

O grupo norte-americano Slum Village e o português Sam The Kid juntam-se ao cartaz deste ano do festival Summer Fest, que decorre de 02 a 04 de julho, na Ericeira (Mafra), informou hoje a organização.

sumolsummerfest.com/cartaz.html

sumolsummerfest.com/cartaz.html

O grupo do músico português Sam The Kid, referência nacional de hip hop, e os americanos Slum Village, referência mundial daquele género de música, atuam no dia 04, revelou a organização em nota de imprensa.

Ambos juntam-se a Buraka Som Sistema, Cat Empire, Richie Campbell e Rudimental, que se destacam no cartaz do festival, que este ano espera duplicar o número de espetadores, 

São esperados este ano 40 mil espetadores durante os três dias do Sumol Summer Fest - 02 a 04 de julho -, duplicando os números das últimas edições.

"O cartaz evoluiu para acompanhar as tendências da moda, porque o nosso público não está só a ouvir reggae, mas outras sonoridades", explicou Carla Campos, da organização.

Depois de uma festa de receção no dia 02 de julho, Richie Campbell sobe ao palco no dia 03 e no dia 04 é a vez de Buraka Som, dos ingleses Rudimental e dos australianos The Cat Empire, além de Slum Village e Curadoria Sam the Kid.

Pela primeira vez, o festival recebe os portugueses Buraka Som Sistema. "Já tocámos em festivais muito diferentes, mas é uma questão de nos adaptarmos ao festival e às pessoas, porque conseguimos sempre transmitir-lhes a nossa energia", disse aos jornalistas Blaya, vocalista dos Buraka Som Sistema, quando da apresentação do festival.

Uma das novidades da sétima edição é a mudança da data, do último fim de semana de junho para o primeiro de julho, com o objetivo de "sair da altura de exames e do fim das aulas, que atrapalhavam o público", explicou a responsável.

O aumento da área do festival é outra das novidades. Além dos concertos à noite, no parque de campismo da Ericeira, o evento estende-se este ano para a praia de Ribeira d'Ilhas, conhecida mundialmente pelos surfistas, com música e outras atividades, durante o dia.

Os bilhetes estão à venda e custam 40 euros para cada dia, ou 65 euros, com passe para os dois principais dias do evento.

Lusa
  • Marcar cedo e resistir (ou como Portugal venceu Marrocos)

    Mundial 2018 / Portugal

    A seleção nacional alcançou hoje a primeira vitória no Mundial 2018, frente a Marrocos, em Moscovo. Cristiano Ronaldo (outra vez) marcou logo aos quatro minutos. Depois, Portugal pouco mais fez senão aguentar as investidas dos marroquinos, que ficam desde já afastados dos oitavos de final.

  • Fernando Santos dá um puxão de orelhas à equipa
    1:57
  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • Ronaldo, o motivador
    3:23
  • Os "memes" do desempenho de Cristiano Ronaldo frente a Marrocos
    1:25
  • Cristiano Ronaldo: o melhor do jogo, o melhor do Mundial, o melhor do mundo

    Mundial 2018 / Portugal

    Apesar da prestação de Rui Patrício na defesa da baliza lusa, Cristiano Ronaldo foi eleito o homem do jogo, pela segunda vez consecutiva, depois de marcar o golo que deu a vitória a Portugal frente a Marrocos. O capitão português ofereceu à equipa os três pontos essenciais para a eventual passagem aos oitavos de final. Mas Ronaldo não fica por aqui. Contas feitas, CR7 é o melhor marcador do Mundial (4 golos em 2 jogos) e já marcou 85 golos por Portugal, feito nunca antes alcançado nem por Eusébio nem por Pauleta. No auge dos 33 anos, há quem diga que Ronaldo "é como o vinho do Porto". Será que ainda vai chegar à marca dos 100? Parece que, para o CR7, nada é impossível.

  • Parecia que Rui Patrício tinha cola nas luvas
    5:40
  • Os momentos descontraídos dos jogadores que estão no Mundial
    1:54
  • Selecionador de Marrocos queixa-se da arbitragem
    1:41
  • Georgina Rodriguez assistiu ao jogo de Portugal e acenou a Ronaldo
    1:05
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49