sicnot

Perfil

Cultura

Mais de cem anos de cartoon, caricatura e ilustração portuguesas expostos em Lisboa

Mais de cem anos de história política, social e cultural de Portugal e do mundo são retratados por quatro desenhadores e cartoonistas, numa exposição a inaugurar na quinta-feira no Pavilhão de Portugal, em Lisboa.

À boleia da celebração dos 150 anos do Diário de Notícias, a exposição revelará desenhos originais de Celso Hermínio, Stuart de Carvalhais, Bernardo Marques e André Carrilho, publicados naquele jornal desde finais do século XIX até à atualidade.

São comentários desenhados à atualidade portuguesa e à relação de Portugal com o mundo pela mão de "quatro autores extraordinários" e que colaboraram - André Carrilho ainda colabora - com o jornal centenário, afirmou à agência Lusa a curadora desta exposição, Carolina Costa Pinto.

No total, estarão expostos cerca de cem desenhos, ilustrações, caricaturas, cartoons que registam momentos distintos de finais do século XIX, XX e já do novo milénio, como as convulsões finais da monarquia portuguesa, os primeiros anos da República, as duas guerras mundiais, o Estado Novo e a democracia.

A obra de Celso Hermínio, que morreu em 1904, poderá ser das menos conhecidas entre os quatro autores escolhidos, mas desenhou sobre assuntos que são ainda hoje atuais, sobre crises financeiras, banca e o ser português, afirmou Carolina Costa Pinto.

A exposição reparte os quatro autores por três núcleos: Celso Hermínio com "desenhos que ensinam", Stuart de Carvalhais e Bernardo Marques com "desenhos que falam" e André Carrilho com "desenhos que questionam".

A mostra com obras destes quatro autores integra a exposição "Da Alma de Portugal", comemorativa dos 150 anos do Diário de Notícias e que estará patente no Pavilhão de Portugal até 27 de maio.

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01