sicnot

Perfil

Cultura

Joana Vasconcelos apresenta "Giardino dell'Eden" na Bienal de Veneza

A artista plástica Joana Vasconcelos apresenta a instalação "Giardino dell'Eden", na Bienal de Veneza, em Itália, que abre ao público no sábado.

© Hugo Correia / Reuters

A 56.ª Bienal de Arte de Veneza, que se realiza até 22 de novembro, tem como tema "All the world's futures" ("Todos os futuros do mundo", em tradução livre) e, como curador-geral, Okwui Enwezor. 

"Giardino dell'Eden", segundo comunicado do ateliê de Joana Vasconcelos, representa "um labiríntico Eden de flores artificiais e luz", e é apresentado num pavilhão insuflável.

"Em 'Giardino dell'Eden', luzes, motores síncronos e discos policromos em rotação criam uma ilusão de movimento no labirinto de flores artificiais, sugerindo, em conjunto com sons mecânicos, o zumbido de insetos ou o sopro leve do vento", explica a mesma fonte.

Durante a semana inaugural, "Giardino dell'Eden" tem "um habitante: inspirado pelos sons mecânicos do jardim, [o músico] Jonas Runa criou a performance eletrónica 'Synchronicity'", afirma o ateliê de Vasconcelos.

"Runa veste um fato eletroluminescente desenhado por Joana Vasconcelos e utiliza 'instrumentos invisíveis', sensores de deteção de movimento conectados a fontes de luz e som, para criar um jardim sonoro eletroacústico", explica a mesma fonte.

A participação de Joana Vasconcelos é feita a convite da relojeira Swatch. Segundo o ateliê da artista, a "instalação de Vasconcelos impõe-se como antítese da noção clássica de um jardim".

"Em oposição ao conceito de simulacro, a instalação revela, através deste inesperado 'low-tech' Eden, a artificialidade flagrante das flores e da luz que ilumina. 'Giardino dell'Eden' deve necessariamente ser apresentado de dia, num espaço privado interior".

A instalação, prossegue o ateliê de Vasconcelos, integra "o som mecânico de centenas de motores em funcionamento, engendrando uma sabotagem onírica dos mecanismos de hiper-realidade e simulação".

"'Giardino dell'Eden' representa um tesouro ideal, um cenário idílico, uma experiência misteriosa que nos leva a descobrir o universo da [relojoeira] Swatch", que convidou a artista.

Joana Vasconcelos, que foi a representante oficial portuguesa na Bienal de 2103 com o cacilheiro "Trafaria Praia", participou há 10 anos, pela primeira vez, nesta mostra internacional.

Lusa
  • Pagaram 10 libras por diamante que vale milhares

    Mundo

    Há 30 anos um comprador adquiriu um anel de diamantes de 26.27 quilates por apenas 10 libras (cerda de 11 euros) numa feira em Isleworth, no oeste Londres. O proprietário passeou durante três décadas com uma peça que valia cerca de 350.000 libras (407.000€) e não sabia. Confessa que até a usava durante as tarefas domésticas.

    SIC

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.

  • Caçador morre esmagado por elefante

    Mundo

    Um famoso caçador morreu na sexta-feira após ser esmagado por um elefante quando estava a caçar. A morte foi confirmada pelas autoridades do Zimbabué, que adiantaram ainda que o animal foi morto por um dos caçadores do grupo de Theunis Botha.