sicnot

Perfil

Cultura

Joana Vasconcelos apresenta "Giardino dell'Eden" na Bienal de Veneza

A artista plástica Joana Vasconcelos apresenta a instalação "Giardino dell'Eden", na Bienal de Veneza, em Itália, que abre ao público no sábado.

© Hugo Correia / Reuters

A 56.ª Bienal de Arte de Veneza, que se realiza até 22 de novembro, tem como tema "All the world's futures" ("Todos os futuros do mundo", em tradução livre) e, como curador-geral, Okwui Enwezor. 

"Giardino dell'Eden", segundo comunicado do ateliê de Joana Vasconcelos, representa "um labiríntico Eden de flores artificiais e luz", e é apresentado num pavilhão insuflável.

"Em 'Giardino dell'Eden', luzes, motores síncronos e discos policromos em rotação criam uma ilusão de movimento no labirinto de flores artificiais, sugerindo, em conjunto com sons mecânicos, o zumbido de insetos ou o sopro leve do vento", explica a mesma fonte.

Durante a semana inaugural, "Giardino dell'Eden" tem "um habitante: inspirado pelos sons mecânicos do jardim, [o músico] Jonas Runa criou a performance eletrónica 'Synchronicity'", afirma o ateliê de Vasconcelos.

"Runa veste um fato eletroluminescente desenhado por Joana Vasconcelos e utiliza 'instrumentos invisíveis', sensores de deteção de movimento conectados a fontes de luz e som, para criar um jardim sonoro eletroacústico", explica a mesma fonte.

A participação de Joana Vasconcelos é feita a convite da relojeira Swatch. Segundo o ateliê da artista, a "instalação de Vasconcelos impõe-se como antítese da noção clássica de um jardim".

"Em oposição ao conceito de simulacro, a instalação revela, através deste inesperado 'low-tech' Eden, a artificialidade flagrante das flores e da luz que ilumina. 'Giardino dell'Eden' deve necessariamente ser apresentado de dia, num espaço privado interior".

A instalação, prossegue o ateliê de Vasconcelos, integra "o som mecânico de centenas de motores em funcionamento, engendrando uma sabotagem onírica dos mecanismos de hiper-realidade e simulação".

"'Giardino dell'Eden' representa um tesouro ideal, um cenário idílico, uma experiência misteriosa que nos leva a descobrir o universo da [relojoeira] Swatch", que convidou a artista.

Joana Vasconcelos, que foi a representante oficial portuguesa na Bienal de 2103 com o cacilheiro "Trafaria Praia", participou há 10 anos, pela primeira vez, nesta mostra internacional.

Lusa
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.

  • Lembra-se dos olharapos da Expo'98? Estão de volta
    1:46