sicnot

Perfil

Cultura

O cinema de Paulo Rocha regressa às salas de cinema

"Se eu fosse ladrão... roubava", o último filme do realizador Paulo Rocha, no qual recorda 50 anos dedicados ao cinema, chega hoje ao circuito comercial e a estreia é acompanhada por duas outras obras do cineasta, agora restauradas.

"Se eu fosse ladrão... roubava", imagem do último filme de Paulo Rocha.

"Se eu fosse ladrão... roubava", imagem do último filme de Paulo Rocha.

DR

Paulo Rocha, uma das referências da nova vaga do cinema português, a partir dos anos 1960, morreu em dezembro de 2012, numa altura em que finalizava a longa-metragem "Se eu fosse ladrão... roubava".

Com Luís Miguel Cintra, Isabel Ruth e Márcia Breia no elenco, o filme articula uma ficção baseada nas memórias da vida do pai de Paulo Rocha, com imagens que o realizador retirou de vários filmes seus, dando-lhes uma nova interpretação.

Em 2012, Paulo Rocha preparava ainda o restauro e digitalização dos seus dois primeiros filmes, "Os Verdes anos" (1963) e "Mudar de vida" (1966), sob a supervisão de Pedro Costa, tendo o processo sido concluído pela Cinemateca - instituição à qual o reaizador deixou, em testamento, toda a sua obra e património cinematográfico - e pela Midas Filmes.

Aqueles dois filmes regressam agora aos cinemas, acompanhando a estreia de "Se eu fosse ladrão... roubava", e são editados em DVD.

Paulo Rocha estudou Direito em Lisboa e Cinema em França, foi assistente de realização de Jean Renoir e de Manoel de Oliveira e assinou outras obras como "A Ilha dos Amores" (1982), "O Desejado" (1988), "O Rio do Ouro" (1998), "A Raiz do Coração" (2000) e "Vanitas" (2004).

Nasceu no Porto, em 1935, e morreu em Vila Nova de Gaia, em dezembro de 2012.


Lusa
  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.