sicnot

Perfil

Cultura

"As mil e uma noites", de Miguel Gomes, em competição no Festival de Cinema de Sidney

Os filmes "O inquieto", "O desolado" e "O encantado", que compõem "As mil e uma noites", de Miguel Gomes, fazem parte da competição do Festival de Cinema de Sidney, que encerra hoje, na cidade australiana.

O Som e a Fúria

Com seis horas de duração, a trilogia foi, desde o início, um dos destaques da organização para a 62.ª edição do festival, referindo-se ao projeto de Miguel Gomes como "ambicioso, indignado e com um humor desconcertante", um "novo filme extraordinário" que "cria um retrato preciso do Portugal recente".

O tríptico, que teve antestreia mundial, em maio, no Festival de Cannes,  mereceu o aplauso da imprensa especializada presente em Cannes, que o considerou "um épico" (Libération, Le Monde) e "um dos mais memoráveis" filmes no certame (Indywire), multiplicando-se as opiniões positivas pela Variety, a Hollywood Reporter, a Première ou a Sight & Sound, do British Film Institute.

Recorrendo a reportagens feitas pelas jornalistas Maria José Oliveira, Rita Ferreira e João de Almeida Dias, Miguel Gomes traça a história de um país mergulhado numa crise económica, em austeridade e desemprego, misturando a fantasia dos contos populares árabes de "As mil e uma noites", narrados pela rainha persa Sherazade.

Os três volumes - são assim designados pela produtora - terão estreia nos cinemas portugueses a partir de outubro. O primeiro dos três filmes, "O inquieto", deverá ser estreado em França a 24 de junho, segundo a Première.

Em Sidney, os filmes foram exibidos no sábado, 13 de junho, e hoje, na reta final do festival australiano. O vencedor da competição internacional receberá um prémio de 53.000 euros.

Rodado em película, "As mil e uma noites" é uma coprodução entre Portugal, França e Alemanha, com um orçamento de 2,7 milhões de euros.

A atriz Crista Alfaiate interpreta o papel de Xerazade e do elenco, que inclui atores profissionais e amadores, fazem parte Adriano Luz, Carloto Cotta, Gonçalo Waddington, Joana de Verona, Rogério Samora, Margarida Carpinteiro e Cristina Carvalhal, entre outros.

Miguel Gomes concretiza "As mil e uma noites" três anos depois de ter sido distinguido no Festival de Cinema de Berlim com os prémios da Inovação e da Crítica pelo filme "Tabu".

Depois disso estreou, no Festival de Veneza, em 2013, a curta-metragem "Redemption", inspirada em personagens da atualidade - os políticos Pedro Passos Coelho, Angela Merkel, Nicolas Sarkozy e Sílvio Berlusconi. 

Nascido em Lisboa, em 1972, Miguel Gomes é autor de várias curtas-metragens e das longas-metragens "A cara que mereces" (2004) e "Aquele querido mês de agosto" (2008).

Lusa
  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.