sicnot

Perfil

Cultura

"Guerra das Estrelas" nos cinemas chineses pela primeira vez

A China vai exibir "A Guerra das Estrelas" pela primeira nos seus cinemas quatro décadas após a saga cinematográfica se ter tornado um sucesso mundial, divulgou hoje a agência noticiosa francesa, AFP.

© Luke MacGregor / Reuters

O Shangai Internacional Film Festival vai mostrar o conjunto dos seis filmes da série "Guerra das Estrelas" pela primeira vez esta semana, com exibições nos principais cinemas chineses, disseram os organizadores do festival.

Em 1977, enquanto as audiências ocidentais seguiam as aventuras de Luke Skywalker, Han Solo e Princesa Leia "há imenso tempo atrás numa galáxia longínqua", a China acabava de sair de uma caótica revolução cultural e confrontava-se com a necessidade de fazer reformas económicas que iriam transformar o país sob regulação comunista.     

As lotações esgotaram completamente num dos cinemas que exibiu o primeiro filme da série.

Entre as diversas estratégias preparadas para receber os fãs, como a música do filme a ser tocada na sala de receção à medida que estes entravam no cinema, sobressaía ainda um homem que vestia uma camisola de C-3PO -- o robô tradutor dourado -, e uma mulher que numa blusa preta ostentava os soldados de branco, fiéis ao Império.  

O assistente de vendas, Joy Han, meteu um dia de folga para ver o filme, apesar de já ter visto todos os seis episódios através da Internet.

"É muito melhor visto no grande ecrã", disse à AFP Joy Han, "isto é uma primeira vez para a China", acrescentou.

Alguns membros da audiência referiram que estavam mais familiarizados com a nova «prequela» - o contrário de sequela -, dos filmes "A Ameaça Fantasma", "O Ataque dos Clones" e "A Vingança dos Sith", do que com os três primeiros filmes: "A Guerra das Estrelas", "O Império Contra-Ataca" e "O Regresso de Jedi".


Lusa


  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.