sicnot

Perfil

Cultura

Companhia Nacional de Bailado estreia nova produção de "O Pássaro de Fogo"

A Companhia Nacional de Bailado (CNB) estreia hoje, às 21:00, no Teatro Camões, em Lisboa, uma nova produção de "O Pássaro de Fogo", com coreografia de Fernando Duarte, dramaturgia e encenação de Carlos Pimenta, e cenografia 'videomapping'.

cnb.pt

cnb.pt

De acordo com a companhia nacional, a peça coreográfica, que ficará em palco até 28 de junho, tem figurinos assinados por José António Tenente, cenografia e 'videomapping' de Nuno Maya, numa cenografia imersiva, a 270 graus em volta do público. 

A interpretação musical da obra escrita por Igor Stravinsky estará a cargo da Orquestra Sinfónica Portuguesa, sob a direção da maestrina Joana Carneiro.

De acordo com a CNB, para criar esta nova produção de um clássico da história da dança do século XX, foi convidada uma equipa de criativos de diversas áreas, "para uma intensa colaboração artística a partir das suas diferentes experiências, resultando, com exceção da música, numa total nova produção".

A coreografia, inspirada neste clássico da história da dança do século XX, é do mestre de bailado da CNB, Fernando Duarte, que, depois de "O Lago dos Cisnes" e "Quebra Nozes, Quebra Nozes", concebe pela primeira vez uma peça a partir de uma partitura de Stravinski.

"O Pássaro de Fogo" (1910) é inspirado num conto popular russo reescrito por Michel Fokine e composto musicalmente por Stravinski, recorrendo a um imaginário fantástico, com cenários de fantasia, com pessoas e criaturas mágicas, numa luta entre o bem e o mal.

Estreado a 26 de junho de 1910, no Teatro Nacional da Ópera de Paris, pelos Ballets Russes de Serge Diaghilev, a peça teve coreografia de Michel Fokine a partir de um libreto construído em conjunto com Igor Stravinsky. 

Lusa
  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC