sicnot

Perfil

Cultura

Sede da Fundação José Saramago assinala 5 anos da morte do escritor

A Casa dos Bicos, sede da Fundação José Saramago, em Lisboa, apresenta hoje uma programação que assinala os 5 anos da morte do escritor, informou a instituição.

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

AP/ ARMANDO FRANCA

A programação inicia-se às 10:00, com a inauguração da exposição do ilustrador André Letria sobre o livro de Saramago "A Maior Flor do Mundo", obra destinada ao público infantil, e, às 11:30, é feita a estreia do documentário "Um humanista por acaso escritor", do realizador brasileiro Leandro Lopes -- que também será apresentado em Belo Horizonte.

À noite, às 21:00, serão lidos excertos da obra do Nobel, por Maria do Céu Guerra e Nicolau Breyner, num concerto do duo Buganvília, constituído pelos músicos João Afonso e Rogério Cardoso Pires.

Durante todo o dia, os visitantes da Fundação podem fazer fotos com uns óculos criados à semelhança do modelo que usava José Saramago, num convite à visão "do mundo pelas lentes" do escritor, falecido aos 87 anos, em Tías, Lanzarote, a 18 de junho de 2010. 

A revista Blimunda, órgão oficial da FJS, que faz três anos, publica nesta ocasião o seu 37.º número, no qual será incluído um texto inédito do escritor, "Notas de ensaio sobre a lucidez".

Outra iniciativa é o encontro de "pensadores e filósofos, nos dias 24 e 25 deste mês, na Universidade Nacional Autónoma do México, para esboçar a 'Cartas dos Deveres Humanos'", que José Saramago sugeriu no seu discurso em Estocolmo, em 1998, quando recebeu o Nobel.

O Nobel português da Literatura vai também ser alvo de uma exposição no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, no Brasil, em 2016, de acordo com a fundação.

 José Saramago é autor de mais de 30 títulos, entre os quais os romances "O ano da morte de Ricardo Reis" e "Memorial do Convento", incluídos nos programas curriculares do Ensino Secundário.

Além do Nobel da Literatura, o único atribuído até hoje a um escritor de Língua Portuguesa, Saramago recebeu vários prémios, entre os quais o Prémio Camões, o Grande Prémio de Romance e Novela, o Grande Prémio de Teatro da Associação Portuguesa de Escritores, o Prémio da Associação de Críticos Portugueses, o Prémio Cidade de Lisboa, o P.E.N. Clube Português e o D. Dinis/Fundação da Casa Mateus, entre outros.


Lusa

 

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.