sicnot

Perfil

Cultura

Sede da Fundação José Saramago assinala 5 anos da morte do escritor

A Casa dos Bicos, sede da Fundação José Saramago, em Lisboa, apresenta hoje uma programação que assinala os 5 anos da morte do escritor, informou a instituição.

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

AP/ ARMANDO FRANCA

A programação inicia-se às 10:00, com a inauguração da exposição do ilustrador André Letria sobre o livro de Saramago "A Maior Flor do Mundo", obra destinada ao público infantil, e, às 11:30, é feita a estreia do documentário "Um humanista por acaso escritor", do realizador brasileiro Leandro Lopes -- que também será apresentado em Belo Horizonte.

À noite, às 21:00, serão lidos excertos da obra do Nobel, por Maria do Céu Guerra e Nicolau Breyner, num concerto do duo Buganvília, constituído pelos músicos João Afonso e Rogério Cardoso Pires.

Durante todo o dia, os visitantes da Fundação podem fazer fotos com uns óculos criados à semelhança do modelo que usava José Saramago, num convite à visão "do mundo pelas lentes" do escritor, falecido aos 87 anos, em Tías, Lanzarote, a 18 de junho de 2010. 

A revista Blimunda, órgão oficial da FJS, que faz três anos, publica nesta ocasião o seu 37.º número, no qual será incluído um texto inédito do escritor, "Notas de ensaio sobre a lucidez".

Outra iniciativa é o encontro de "pensadores e filósofos, nos dias 24 e 25 deste mês, na Universidade Nacional Autónoma do México, para esboçar a 'Cartas dos Deveres Humanos'", que José Saramago sugeriu no seu discurso em Estocolmo, em 1998, quando recebeu o Nobel.

O Nobel português da Literatura vai também ser alvo de uma exposição no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, no Brasil, em 2016, de acordo com a fundação.

 José Saramago é autor de mais de 30 títulos, entre os quais os romances "O ano da morte de Ricardo Reis" e "Memorial do Convento", incluídos nos programas curriculares do Ensino Secundário.

Além do Nobel da Literatura, o único atribuído até hoje a um escritor de Língua Portuguesa, Saramago recebeu vários prémios, entre os quais o Prémio Camões, o Grande Prémio de Romance e Novela, o Grande Prémio de Teatro da Associação Portuguesa de Escritores, o Prémio da Associação de Críticos Portugueses, o Prémio Cidade de Lisboa, o P.E.N. Clube Português e o D. Dinis/Fundação da Casa Mateus, entre outros.


Lusa

 

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03

    Mundo

    António Costa defendeu uma diplomacia pela paz. O primeiro-ministro português saiu em defesa da língua portuguesa e da presença do Brasil e da Índia no Conselho de Segurança das Nações Unidas. No discurso na Assembleia Geral da ONU, Costa salientou também o compromisso do país em relação ao multilateralismo e às questões ambientais.

  • Em Fátima só há escolas públicas no pré-escolar e 1.º ciclo
    2:48
  • "Só tive tempo de avisar o meu sogro e o meu marido e disse: corram!"
    2:17
  • Furacão Maria volta a ganhar força

    Mundo

    Apesar de ter perdido intensidade, após a passagem por Porto Rico, onde deixou um rasto de destruição, Maria voltou a ganhar força, é agora um furacão de categoria 3. Está a afetar a zona norte de Punta Cana, na República Dominicana com ventos que atingem os 90 km/há e move-se para o noroeste.

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.