sicnot

Perfil

Cultura

Carlos do Carmo vai receber a mais alta distinção de Paris

O fadista Carlos do Carmo vai receber a "Grande Médaille de Vermeil" da cidade de Paris, "a mais alta distinção em termos de medalhas da Câmara", disse à Lusa Hermano Sanches Ruivo, vereador da Câmara de Paris.

Carlos Manuel de Ascenção do Carmo de Almeida, mais conhecido como Carlos do Carmo, nasceu em Lisboa, em 1939.

Carlos Manuel de Ascenção do Carmo de Almeida, mais conhecido como Carlos do Carmo, nasceu em Lisboa, em 1939.

Chris Pizzello

A condecoração vai ser atribuída numa cerimónia na próxima sexta-feira, no Hôtel de Ville de Paris, horas antes do início do festival de música lusófona FOLISBOA, que decorre de 26 a 28 de junho na capital francesa e no qual Carlos do Carmo vai atuar no último dia.

"É a mais alta distinção em termos de medalhas da Câmara [Municipal de Paris]. O Carlos do Carmo é, de facto, um parisiense. Para ele a cidade do coração é Lisboa - não fosse ele essa imagem, essa voz e esse rosto de Lisboa - mas ele admite que Paris é a segunda cidade, a cidade de dezenas de viagens e de centenas de encontros. Ele tem realmente um amor a esta cidade. Eu penso que ele conhece melhor Paris do que muitos de nós que vivemos cá", explicou Hermano Sanches Ruivo. 

Contactado pela Lusa, por telefone, Carlos do Carmo disse ter recebido a notícia com "muita felicidade e muita surpresa", lembrando que já vai a Paris desde 1967 e que a cidade se tornou "indispensável" como uma "respiração".

"A minha mulher e eu adoramos Paris. Lisboa é a nossa cidade, obviamente, é a cidade do coração, é a minha cidade que eu canto a vida inteira. Mas, curiosamente, a cidade que nós mais gostamos fora de Portugal é Paris. É uma sensação maravilhosa", afirmou.

Hermano Sanches Ruivo sublinhou que "Paris é uma cidade também do fado" graças aos portugueses que trouxeram esta música "nas malas", lembrando que a Câmara de Paris apoiou a candidatura do Fado a Património Imaterial da UNESCO e que "o fado está a ser descoberto ou redescoberto em França".

"Bastam os 50 anos [de carreira], basta esse novo concerto aqui em Paris e basta essa ligação ao fado do qual ele é, sem dúvida nenhuma, um dos rostos, uma das vozes, uma das almas. Fica bem a uma cidade de cultura, a uma cidade internacional que abrigou - por várias razões e há muito tempo - esses portugueses, fazer do Carlos do Carmo, um dos cidadãos [de Paris]", justificou o vereador franco-português, quando questionado sobre as razões da atribuição do galardão ao fadista.

Para a coordenadora geral e artística do festival FOLISBOA, Chloé Siganos, "é uma honra não só o facto de França condecorar Carlos do Carmo mas também o facto de honrar toda a cultura portuguesa e lusófona por este meio".

A "Grande Médaille de Vermeil" já foi atribuída ao cineasta português Manoel de Oliveira, em 2001, à cantora Mísia, em 2004, e a Mário Soares, em 2013. 

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, vai estar presente na cerimónia de atribuição da medalha ao fadista.

Lusa
  • Os confrontos de Rui Rio
    3:38

    País

    Esta não é a primeira vez que Rui Rio enfrenta adversidades. O mesmo aconteceu durante a presidência da Câmara do Porto, quando assumiu uma rutura total com o Futebol Clube do Porto. Na primeira conferência de imprensa como presidente do PSD, avisou os adversários internos de que o clima de confronto é um ambiente do qual gosta.

  • Governo aceita diálogo com PSD após eleição de Rio
    1:52

    País

    Com a eleição de Rui Rio, o Governo aceitou entender-se com o PSD, provocando algumas críticas por parte do PCP e o Bloco de Esquerda. O líder parlamentar socialista diz que admitir o diálogo é Democracia, mas garante que o que sempre dividiu o PS do PSD mantém-se.

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Vírus do Zika pode proteger contra a dengue

    Mundo

    Uma equipa de investigadores brasileiros acredita que a infeção do vírus Zika pode tornar a pessoa imune contra a dengue. Anteriormente, uma investigação chinesa já tinha conseguido provar o inverso: quem apanha dengue pode estar mais protegido contra o vírus do Zika.

    SIC

  • Pesca explora mais de metade de todos os oceanos

    Economia

    A pesca industrial explora mais de metade de todos os oceanos, uma área quatro vezes maior que a utilizada pela agricultura, havendo mais atividade no norte do Atlântico e do Pacífico, conclui um estudo divulgado esta quinta-feira.