sicnot

Perfil

Cultura

Bailarinos da Companhia Nacional de Bailado de greve em julho

Os bailarinos da Companhia Nacional de Bailado (CNB) entregaram hoje um pré-aviso de greve para julho em protesto contra um projeto de lei sobre as carreiras e o estatuto destes profissionais, revelou o sindicato CENA.

(arquivo)

(arquivo)

© Tobias Schwarz / Reuters

De acordo com o CENA - Sindicato dos Músicos, dos Trabalhadores do Espectáculo e do Audiovisual, a greve dos bailarinos deverá afetar os espetáculos da CNB de julho, agendados para Almada e Lisboa.

A razão da greve centra-se num projecto-lei do Governo que "mais do que se preocupar com a carreira dos bailarinos do bailado clássico e contemporâneo, procura encontrar formas, mais ou menos, explícitas de pôr termo, prematuramente, às suas carreiras", lê-se na nota de imprensa.

"O diploma não corresponde de modo algum ao prometido Estatuto do Bailarino da CNB", sustentam os bailarinos da companhia, alertando que acaba com os atuais vínculos laborais e não acautela as especificidades profissionais decorrentes do desgaste físico.

Os bailarinos lamentam ainda a falta de diálogo com a tutela, "tendo havido apenas duas reuniões nos últimos dois meses", e exigem a "abertura de um processo participado de elaboração de um verdadeiro Estatuto", que é exigido por estes profissionais há mais de uma década.


Lusa
  • Descida da TSU inconstitucional?
    2:37

    TSU

    Especialistas ouvidos pela SIC põem em causa a constitucionalidade da descida da Taxa Social Única dos patrões, como contrapartida pelo aumento do salário mínimo. Como se trata de um imposto pago pelas empresas, só o Parlamento pode decidir uma alteração nas taxas. Neste caso, o Governo decidiu sozinho.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.