sicnot

Perfil

Cultura

Morreu Patrick Macnee, protagonista da série televisiva "Os Vingadores"

O ator britânico naturalizado norte-americano Patrick Macnee, estrela da série de espionagem dos anos 1960 "Os Vingadores", morreu hoje aos 93 anos na sua casa de Rancho Mirage, no deserto californiano.

© Andrew Wong / Reuters

Daniel Patrick Macnee morreu de causas naturais, rodeado da famíia, segundo um comunicado divulgado no seu 'site' oficial da internet.

Internacionalmente celebrizado entre 1961 e 1969 naquela série de culto como o fleumático espião John Steed, de fato de três peças e chapéu de coco, o ator fez sempre questão de frisar que a sua personagem nunca usou uma arma para se defender, valendo-se apenas da sua enorme habilidade com guarda-chuvas para se proteger em situações de perigo. 

Mais tarde, tornar-se-ia ativista contra a proliferação das armas de fogo.

Série de espionagem e ficção científica, "Os Vingadores" fez-se notar pelos papéis femininos progressistas para a época, em que as mulheres eram apresentadas como pares de Steed, intrépidas, além de belas e elegantes.

Britânico de nascimento e naturalizado norte-americano em 1959, Macnee casou-se três vezes e teve dois filhos.

Da sua carreira, destacam-se também centenas de participações em séries de televisão como "Thunder in Paradise", "Nightman" e "Frasier".

Lusa
  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04

    Mundo

    A Polícia do Rio de Janeiro deteve uma portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos. Ana Resende fazia-se passar por funcionária do consulado e prometia vistos e outros documentos para tirar dinheiro das vítimas. Esta é a terceira vez que a polícia brasileira detém a portuguesa por acusações de burla.