sicnot

Perfil

Cultura

Festival revivalista leva Abba, Queen e The Beatles a Santo André, no Alentejo

Um festival revivalista dos anos 60 e 70 do século passado vai levar a Santo André, no concelho alentejano de Santiago do Cacém, bandas de tributo a referências musicais como Abba, Queen e The Beatles.  

© Arnd Wiegmann / Reuters

O Flower Power Fest vai decorrer entre 13 e 16 de agosto, no parque central de Vila Nova de Santo André, no distrito de Setúbal, e pretende ser um festival de verão "diferente", dirigido sobretudo a famílias.

A associação Lus'Alma, que produz o evento, desafia os festivaleiros a vestirem-se a rigor, com "calças de boca-de-sino e minissaias", o que lhes dará direito a serem penteados gratuitamente por um cabeleireiro.

Esta é a primeira edição "a sério" do festival, após uma "experiência" realizada no ano passado, que juntou cerca de sete mil pessoas em "ambiente familiar" naquela zona verde de Santo André, disse hoje à agência Lusa Sérgio Valadares, da organização.

"Para nossa surpresa, correu muito bem e até atraiu gente de camadas mais jovens", disse o responsável pela programação artística do Flower Power Fest.

Sérgio Valadares mostrou-se cauteloso no prognóstico para a edição de 2015, mas afirmou acreditar que entre 15 e 20 mil pessoas acorram ao recinto do festival, em parte porque "há uma grande carência de eventos de lazer na região".

Depois do Festival Músicas do Mundo, em Sines, no final de julho, e do Festival Sudoeste, em Zambujeira do Mar, no início de agosto, "não existe mais nada" durante o mês forte do turismo na costa alentejana, justificou.

A festa começa no dia 13 de agosto, com 70 Volt's, banda regional que interpreta temas dos anos 70 do século passado, e Kind of Magic & The Flashing Voices, um espetáculo de tributo aos Queen.

Na noite seguinte, sobe ao palco Abba Mania, banda inglesa de tributo aos Abba, e Elvis & The Memphis Flash, para apreciadores de Elvis Presley.

Bob Dylan cantado pela cantora brasileira Isabella Bretz e Bob Marley ao jeito dos portugueses Uprising são as primeiras propostas do dia 15, seguindo-se depois os Fischer-Z, banda de rock inglesa que esgotou o antigo Estádio de Alvalade em 1981.

O cartaz fica completo com o espetáculo de tributo a The Beatles, pela banda de Lisboa The Peakles, no dia 16.

A música vai fazer-se ouvir no recinto também pelas mãos dos DJ Lights, Louis, Rui Cabanelas e Rui Miguel.

Artesanato, gastronomia, animação com artes performativas e plásticas, exposições, oficinas ligadas às artes, parque de insufláveis, slackline, jogos tradicionais, dança, yoga e outras atividades vão estar disponíveis para que os festivaleiros "se possam distrair e passar o seu tempo".

A Lus'Alma é uma associação de divulgação e cultural e artística de Vila Nova de Santo André, sendo que as receitas do Flower Power Fest servirão também para financiar algumas das suas iniciativas, entre as quais um projeto de alfabetização e literacia de adultos e jovens.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.