sicnot

Perfil

Cultura

António Pires estreia "Quatro santos em três atos", de Gertrude Stein, no Teatro do Bairro

O espetáculo "Quatro santos em três atos", de António Pires, a partir de um libreto da autora norte-americana Gertrude Stein, estreia-se na quinta-feira, no Teatro do Bairro, em Lisboa.

Lusa

"Quatro santos em três atos" é uma ópera escrita em 1927 e publicada em 1929, com libreto de Gertrude Stein e música de Virgil Thomson, uma obra pouco convencional para o começo do século XX, que foi considerada a primeira a ser interpretada por um elenco exclusivamente composto por cantores negros.

António Pires volta a encenar um texto de Gertrude Stein, entregando à escritora Luísa Costa Gomes a autoria da versão cénica desta ópera, para 21 atores e bailarinos.

O espetáculo, que estará em cena no Teatro do Bairro até ao dia 28, foca-se em dois santos - Santa Teresa de Ávila e Inácio de Loyola - embora Gertrude Stein tenha acrescentado outros, alguns imaginados.

"Um texto desta natureza pede criação: e ela aparece de vez em quando sob a forma de paródia quase trava-línguas dos poemas barrocos de Santa Teresa", escreve Luísa Costa Gomes no texto de apresentação deste espetáculo.

Antes de "Quatro santos em três atos", António Pires encenou outros textos de Gertrude Stein, considerada uma das pioneiras do modernismo na literatura: "Say it with flowers", estreado em 2009, na discoteca Lux, e "A list", encenado em 1996, na Cornucópia, ambos em Lisboa.

"Quatro santos em três atos" será interpretado por Francisco Tavares, Leonor Keil, Pedro Sousa, Solange Santos, Tiago Careto, Andreia Cabral, Carolina Campanela, Carolina Serrão, Catarina Félix, Catarina Moreira Pires, Cláudia Alfaiate, Diogo Leite, Diogo Xavier, Filipa Feliciano, Frances Edward, Francisco Vistas, Jaime Baeta de Almeida, João Maria, Lourenço Seruya, Mafalda Rodrigues e Rita Sereno.

O espetáculo - "uma ópera extremamente lúdica", com escreve António Pires - tem ainda uma particularidade. O cenário, assinado por João Mendes Ribeiro, inclui um espelho oblíquo de grandes dimensões que altera a percepção do espaço e representa a visão de "uma paisagem celeste".

 

 

 

 

 

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28