sicnot

Perfil

Cultura

Realizador Miguel Gonçalves Mendes filmou astronauta na NASA

O realizador Miguel Gonçalves Mendes parte no sábado para a Rússia, no âmbito da rodagem do documentário "O sentido da vida", para filmar o astronauta dinamarquês Andreas Mogensen, que partirá em breve para a Estação Espacial Internacional.

© Mike Brown / Reuters

À agência Lusa, o realizador explicou que, na semana passada, terminou uma série de filmagens na Agência Espacial Norte-Americana (NASA), em Houston (EUA), acompanhando a preparação daquele astronauta, seguindo-o agora para a Rússia e depois para o Cazaquistão, onde este fará a viagem para o espaço, a 01 de setembro.

Andreas Mogensen, 38 anos, é uma das sete personalidades que participam no documentário que Miguel Gonçalves Mendes está a rodar em vários pontos do planeta. No filme também deverão ser incluídas imagens que o astronauta vai captar, enquanto estiver no espaço.

O escritor português Valter Hugo Mãe, a figurinista japonesa Emi Wada, o juiz espanhol Bastasar Garzón e o músico islandês Hilmar Örn Hilmarsson são algumas das sete personalidades que Miguel Gonçalves Mendes já filmou para este documentário. Estão ainda por confirmar as participações da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e do papa Francisco.

"O sentido da vida" é um filme que conta a história real de Giovane Brisotto, jovem brasileiro, portador de paramiloidose familiar, uma doença de origem portuguesa também conhecida como "doença dos pezinhos".

Giovane Brisotto guia a narrativa do filme, em viagem pelo mundo, traçando o caminho que os portugueses terão feito há 500 anos quando disseminaram a doença. É ao longo dessa viagem que se cruza com várias personalidades que, no conjunto, o ajudarão a descobrir o sentido da vida.

No filme, Giovane Brisotto representa o cidadão comum, enquanto as personalidades representam, segundo o realizador, os "novos heróis da contemporaneidade, mas tão humanos" como qualquer um.

A viagem pelo mundo para concretizar este projeto -- que só deverá estrear-se em 2017 -- começou em janeiro deste ano, quando Miguel Gonçalves Mendes, Giovane Brisotto e uma pequena equipa técnica partiram de Lisboa rumo à Índia por via marítima.

Já foram percorridos cerca de 50.000 quilómetros e a viagem só deverá terminar depois de setembro. 

Miguel Gonçalves Mendes descreve estes últimos meses como uma "odisseia", "emocionalmente desgastante", com a equipa em constante viagem e rodagem, tendo escapado a um tornado nos Estados Unidos e aos recentes sismos no Nepal.

Com um orçamento de cerca de 1,5 milhões de euros, "O sentido da vida" conta com coprodução da O2 Filmes, produtora do realizador brasileiro Fernando Meirelles.

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.