sicnot

Perfil

Cultura

Afonso Cruz vence Prémio Nacional de Ilustração 2014 com "Capital"

O escritor Afonso Cruz venceu por unanimidade o Prémio Nacional de Ilustração 2014, com o livro "Capital", uma narrativa visual "aberta a públicos de todas as idades", anunciou hoje o júri.

pato-logico.com

"Capital", editado em 2014 pela Pato Lógico, conta a história, sem recurso a palavras, da transformação de um rapaz, que um dia recebe um mealheiro em forma de porco. O júri destaca a "singeleza formal" da obra e o cruzamento de ideias sobre "a amizade, o engodo, a cobiça, a ascensão social, a ecologia, a ambição, a traição, a escravatura, a ingenuidade".

Afonso Cruz, escritor, músico e ilustrador, é autor de vários livros ilustrados para a infância - em nome próprio ou para outros autores - tendo editado, por exemplo, "A contradição Humana", "O livro do ano" e "Os pássaros".

O júri do Prémio Nacional de Ilustração atribuiu ainda duas menções especiais às obras "Lá fora", com ilustração de Bernardo Carvalho - e texto das biólogas Maria Ana Peixe Dias e Inês Teixeira do Rosário - e "Com o tempo", de Madalena Matoso, para um texto de Isabel Minhós Martins.

Os dois livros foram publicados pela editora Planeta Tangerina.

O júri destacou ainda a obra "Wonderporto", com ilustração de Cátia Vidinhas e texto de Adélia Carvalho, editado pela Tcharan.

O Prémio Nacional de Ilustração, criado em 1996, é uma iniciativa da Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB) e distingue anualmente obras publicadas em Portugal que se tenham destacado na área da ilustração.

Na análise das obras a concurso, o júri elogia a participação de ilustradores "com espaço já conquistado no panorama editorial português e opções estéticas consolidadas". 

"De entre estes, foi evidente o aumento significativo de ilustradores a assumir o estatuto de escritores ou a construir as suas propostas visuais apenas sobre títulos", lê-se na ata.

Apesar disso, o júri lamentou que, entre as 77 obras analisadas, algumas tenham evidenciado "um descuido incompreensível ao nível do design gráfico que se traduz num desrespeito pelo trabalho do ilustrador e denota a inexistência de sinergias editoriais que uma vez mais resultam no empobrecimento do projeto".

O júri desta 19.ª edição contou com os autores e investigadores Adriana Baptista, Pedro Moura e Vera Oliveira. 

Nesta edição do Prémio Nacional de Ilustração foram avaliadas 77 obras, de 54 ilustradores e 56 autores de texto, publicadas por 35 editoras (e uma edição de autor). 

Lusa

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.