sicnot

Perfil

Cultura

Afonso Cruz vence Prémio Nacional de Ilustração 2014 com "Capital"

O escritor Afonso Cruz venceu por unanimidade o Prémio Nacional de Ilustração 2014, com o livro "Capital", uma narrativa visual "aberta a públicos de todas as idades", anunciou hoje o júri.

pato-logico.com

"Capital", editado em 2014 pela Pato Lógico, conta a história, sem recurso a palavras, da transformação de um rapaz, que um dia recebe um mealheiro em forma de porco. O júri destaca a "singeleza formal" da obra e o cruzamento de ideias sobre "a amizade, o engodo, a cobiça, a ascensão social, a ecologia, a ambição, a traição, a escravatura, a ingenuidade".

Afonso Cruz, escritor, músico e ilustrador, é autor de vários livros ilustrados para a infância - em nome próprio ou para outros autores - tendo editado, por exemplo, "A contradição Humana", "O livro do ano" e "Os pássaros".

O júri do Prémio Nacional de Ilustração atribuiu ainda duas menções especiais às obras "Lá fora", com ilustração de Bernardo Carvalho - e texto das biólogas Maria Ana Peixe Dias e Inês Teixeira do Rosário - e "Com o tempo", de Madalena Matoso, para um texto de Isabel Minhós Martins.

Os dois livros foram publicados pela editora Planeta Tangerina.

O júri destacou ainda a obra "Wonderporto", com ilustração de Cátia Vidinhas e texto de Adélia Carvalho, editado pela Tcharan.

O Prémio Nacional de Ilustração, criado em 1996, é uma iniciativa da Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB) e distingue anualmente obras publicadas em Portugal que se tenham destacado na área da ilustração.

Na análise das obras a concurso, o júri elogia a participação de ilustradores "com espaço já conquistado no panorama editorial português e opções estéticas consolidadas". 

"De entre estes, foi evidente o aumento significativo de ilustradores a assumir o estatuto de escritores ou a construir as suas propostas visuais apenas sobre títulos", lê-se na ata.

Apesar disso, o júri lamentou que, entre as 77 obras analisadas, algumas tenham evidenciado "um descuido incompreensível ao nível do design gráfico que se traduz num desrespeito pelo trabalho do ilustrador e denota a inexistência de sinergias editoriais que uma vez mais resultam no empobrecimento do projeto".

O júri desta 19.ª edição contou com os autores e investigadores Adriana Baptista, Pedro Moura e Vera Oliveira. 

Nesta edição do Prémio Nacional de Ilustração foram avaliadas 77 obras, de 54 ilustradores e 56 autores de texto, publicadas por 35 editoras (e uma edição de autor). 

Lusa

  • Santana Lopes confirma buscas na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
    1:26

    País

    Pedro Santana Lopes confirmou esta quarta-feira a realização de buscas por parte da polícia judiária à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. O provedor da Santa Casa disse aos jornalistas que o processo está relacionado com suspeitas em compras efetuadas pela Misericórdia, situação que há dois anos já tinha sido objeto de inquérito interno.

  • Oposição aproveita debate quinzenal para questões sobre a CGD
    2:35

    Caso CGD

    A oposição aproveitou o debate quinzenal para questionar o primeiro-ministro sobre a polémica em torno da Caixa Geral de Depósitos. O CDS exigiu provas de António Costa para afirmar que as contas do banco foram maquilhadas e o PSD perguntou ao primeiro-ministro se não estranha a demissão de António Domingues quando este apresentou a declaração de rendimentos.

  • Turismo da Madeira investe mais de 3 milhões de euros no programa de festas
    2:22

    País

    A Madeira já vive a época de Natal. O turismo da região investiu mais de 3 milhões de euros no programa de festas de Natal e Fim de Ano para atrair os turistas. Os residentes e também turistas aproveitam para desfrutar do ambiente mágico proporcionado pelas tradicionais iluminações à mistura com as decorações e gastronomia típicas da quadra.

  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.