sicnot

Perfil

Cultura

Afonso Cruz vence Prémio Nacional de Ilustração 2014 com "Capital"

O escritor Afonso Cruz venceu por unanimidade o Prémio Nacional de Ilustração 2014, com o livro "Capital", uma narrativa visual "aberta a públicos de todas as idades", anunciou hoje o júri.

pato-logico.com

"Capital", editado em 2014 pela Pato Lógico, conta a história, sem recurso a palavras, da transformação de um rapaz, que um dia recebe um mealheiro em forma de porco. O júri destaca a "singeleza formal" da obra e o cruzamento de ideias sobre "a amizade, o engodo, a cobiça, a ascensão social, a ecologia, a ambição, a traição, a escravatura, a ingenuidade".

Afonso Cruz, escritor, músico e ilustrador, é autor de vários livros ilustrados para a infância - em nome próprio ou para outros autores - tendo editado, por exemplo, "A contradição Humana", "O livro do ano" e "Os pássaros".

O júri do Prémio Nacional de Ilustração atribuiu ainda duas menções especiais às obras "Lá fora", com ilustração de Bernardo Carvalho - e texto das biólogas Maria Ana Peixe Dias e Inês Teixeira do Rosário - e "Com o tempo", de Madalena Matoso, para um texto de Isabel Minhós Martins.

Os dois livros foram publicados pela editora Planeta Tangerina.

O júri destacou ainda a obra "Wonderporto", com ilustração de Cátia Vidinhas e texto de Adélia Carvalho, editado pela Tcharan.

O Prémio Nacional de Ilustração, criado em 1996, é uma iniciativa da Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas (DGLAB) e distingue anualmente obras publicadas em Portugal que se tenham destacado na área da ilustração.

Na análise das obras a concurso, o júri elogia a participação de ilustradores "com espaço já conquistado no panorama editorial português e opções estéticas consolidadas". 

"De entre estes, foi evidente o aumento significativo de ilustradores a assumir o estatuto de escritores ou a construir as suas propostas visuais apenas sobre títulos", lê-se na ata.

Apesar disso, o júri lamentou que, entre as 77 obras analisadas, algumas tenham evidenciado "um descuido incompreensível ao nível do design gráfico que se traduz num desrespeito pelo trabalho do ilustrador e denota a inexistência de sinergias editoriais que uma vez mais resultam no empobrecimento do projeto".

O júri desta 19.ª edição contou com os autores e investigadores Adriana Baptista, Pedro Moura e Vera Oliveira. 

Nesta edição do Prémio Nacional de Ilustração foram avaliadas 77 obras, de 54 ilustradores e 56 autores de texto, publicadas por 35 editoras (e uma edição de autor). 

Lusa

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC