sicnot

Perfil

Cultura

Quarenta obras de Joana Vasconcelos expostas em Londres

Mais de 40 obras de Joana Vasconcelos, de vários períodos da carreira da artista, vão estar em exposição na galeria Phillips, em Londres, a partir de hoje, até 30 de agosto.


Em destaque estará "Material Girl", um novo trabalho de grande dimensão, em tonalidade rosa e ornamentada com luzes LED, para a série "Valquíria", cujas peças são caracterizadas pelas formas tentaculares produzidas a partir de têxteis coloridos, bordados e de outras aplicações.

Esta série, iniciada em 2004, é inspirada nas figuras na mitologia nórdica que sobrevoavam os campos de batalha, montadas em cavalos alados, que identificavam os futuros guerreiros do deus Odin.

Para o espaço da galeria, que tem uma área de 864 metros quadrados, a artista portuguesa fez novos trabalhos para a série de "Pinturas em crochê", com espelhos e luzes LED, e criou o primeiro caracol gigante para o núcleo "Bordalos", composta por animais em cerâmica, cobertos de rendas portuguesas.

Joana Vasconcelos já expôs várias vezes em Londres e realizou uma grande mostra no ano passado, em Manchester, mas a última a solo na capital britânica data de 2012.

Recentemente viu também duas torres gigantes, em forma de castiçais, compostas por garrafas de vinho, serem instaladas nos jardins de Waddesdon Manor, em Buckinghamshire, no Reino Unido.

Joana Vasconcelos, 42 anos, nascida em Paris, mas a residir em Lisboa e com ateliê na capital portuguesa, tornou-se na primeira mulher e criadora mais jovem a expor algumas das suas obras no Palácio de Versailles, em Paris, em 2012.

Representou oficialmente Portugal na Bienal de Arte de Veneza, em 2013, num projeto comissariado por Miguel Amado, que levou um cacilheiro - Trafaria - transformado em obra de arte ao recinto principal da mostra internacional contemporânea.

  • "Serei o Presidente de todos os angolanos"
    2:06
  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Supervisão bancária origina novo diferendo entre Carlos Costa e Governo
    0:57

    Economia

    Reacendeu-se a guerra entre o Governo e o governador do Banco de Portugal. Em conferência na sede do banco, esta segunda-feira, Carlos Costa deixou uma crítica indireta ao novo modelo de supervisão bancária. O ministro das Finanças, Mário Centeno, não gostou e exigiu a Carlos Costa que se retratasse, mas o governador recusou-se.

  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.