sicnot

Perfil

Cultura

Quarenta obras de Joana Vasconcelos expostas em Londres

Mais de 40 obras de Joana Vasconcelos, de vários períodos da carreira da artista, vão estar em exposição na galeria Phillips, em Londres, a partir de hoje, até 30 de agosto.


Em destaque estará "Material Girl", um novo trabalho de grande dimensão, em tonalidade rosa e ornamentada com luzes LED, para a série "Valquíria", cujas peças são caracterizadas pelas formas tentaculares produzidas a partir de têxteis coloridos, bordados e de outras aplicações.

Esta série, iniciada em 2004, é inspirada nas figuras na mitologia nórdica que sobrevoavam os campos de batalha, montadas em cavalos alados, que identificavam os futuros guerreiros do deus Odin.

Para o espaço da galeria, que tem uma área de 864 metros quadrados, a artista portuguesa fez novos trabalhos para a série de "Pinturas em crochê", com espelhos e luzes LED, e criou o primeiro caracol gigante para o núcleo "Bordalos", composta por animais em cerâmica, cobertos de rendas portuguesas.

Joana Vasconcelos já expôs várias vezes em Londres e realizou uma grande mostra no ano passado, em Manchester, mas a última a solo na capital britânica data de 2012.

Recentemente viu também duas torres gigantes, em forma de castiçais, compostas por garrafas de vinho, serem instaladas nos jardins de Waddesdon Manor, em Buckinghamshire, no Reino Unido.

Joana Vasconcelos, 42 anos, nascida em Paris, mas a residir em Lisboa e com ateliê na capital portuguesa, tornou-se na primeira mulher e criadora mais jovem a expor algumas das suas obras no Palácio de Versailles, em Paris, em 2012.

Representou oficialmente Portugal na Bienal de Arte de Veneza, em 2013, num projeto comissariado por Miguel Amado, que levou um cacilheiro - Trafaria - transformado em obra de arte ao recinto principal da mostra internacional contemporânea.

  • Eurogrupo dá luz verde ao Orçamento do Estado
    0:29

    Orçamento do Estado 2017

    O Orçamento português passou no Eurogrupo mas os ministros das Finanças alertam que podem ser precisas mais medidas para cumprir as metas e em março vão voltar a olhar para as contas. Para já, estão satisfeitos com o compromisso assumido por Mário Centeno e mais sete ministros da zona euro, cujos Orçamentos estão em risco de incumprimento.

  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados".Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade. A SIC esteve em Luanda e falou com o advogado Adolfo Campos e com os músicos Carbono Casimiro, Mona Dya Kidi e David Salei. Já todos estiveram presos. Já todos foram vítimas de violência policial. Defendem que "a geração anterior comprometeu o país" e acreditam que só a mudança política pode trazer um futuro melhor. Para estes jovens activistas, a guerra que arrasou o país, e com que o regime justifica tudo, não deixou heróis, apenas "vilões e vítimas".

  • Homem e cão resgatados das águas na Andaluzia
    0:32