sicnot

Perfil

Cultura

Rodrigo Leão grava novo álbum com Coro e Orquestra Gulbenkian

O músico português Rodrigo Leão está esta semana a gravar um novo álbum, em Lisboa, com o Coro e a Orquestra Gulbenkian, que sairá em outubro e será apresentado ao vivo em novembro, no Porto e em Lisboa.

"É um disco mais espiritual, muito cinematográfico, é quase um momento de reflexão em relação à nossa existência", afirmou o músico à agência Lusa, referindo que é o primeiro álbum feito de raiz a pensar numa orquestra.

Rodrigo Leão, com o ensemble que habitualmente o acompanha, apresentará as músicas novas em três concertos que vão contar com a participação do Coro e da Orquestra Gulbenkian - quase uma centena de pessoas -, sob a direção do maestro Rui Pinheiro: a 18 de novembro, no Coliseu do Porto, e nos dias 20 e 21 desse mês, no Coliseu de Lisboa.

Neste projeto, que já tinha sido apresentado na nova temporada de música da Gulbenkian, grande parte dos temas é instrumental, mas haverá duas ou três canções a serem interpretadas pela cantora Selma Uamusse, que tem colaborado com Rodrigo Leão.

O músico tem andado a trabalhar em composições novas, desde o ano passado, e escolheu pouco mais de dez para a gravação do álbum. Além do coro, da orquestra e de Selma Uamusse, participa ainda o ensemble que normalmente acompanha o músico: O quarteto de cordas formado por Carlos Tony Gomes, Bruno Silva, Denys Stetsenko e Viviena Tupikova, e ainda Celina da Piedade, no acordeão.

O novo álbum, ainda sem título, "é um regresso à influência clássica", descreveu Rodrigo Leão, depois de ter editado "A vida secreta das máquinas", mas próximo da música eletrónica, e "Espírito de um país", álbum ao vivo gravado com a Orquestra Sinfonietta de Lisboa.

Com um tema cuja letra foi escrita pela mulher, Ana Carolina, e outros com frases em latim retiradas de textos antigos, o álbum "é quase uma espécie de elogio à vida". "Tem muita esperança, tristeza, tem todos os sentimentos que habitualmente estão presentes na minha música, a melancolia", referiu.

O álbum conta ainda com arranjos de Carlos Tony Gomes e a colaboração do arranjador Steve Bartek, com quem Rodrigo Leão tinha já trabalhado na banda sonora do filme norte-americano "O mordomo".

Rodrigo Leão, 51 anos, está ligado à música portuguesa desde a década de 1980, tendo participado na fundação de grupos como Madredeus e Sétima Legião, e colaborado com vários músicos, entre os quais Beth Gibbons, Neil Hannon, Adriana Calcanhotto e Ryuichi Sakamoto.

Mais recentemente, editou os álbuns "A montanha mágica", "Espírito de um país", gravado ao vivo com a Orquestra Sinfonietta de Lisboa, e "A vida secreta das máquinas", de pendor mais eletrónico.

A par deste trabalho, Rodrigo Leão tem composto para cinema e outros projetos artísticos, nomeadamente os filmes "O mordomo" e "A gaiola dourada" e a exposição "Florestas submersas by Takashi Amano", patente no Oceanário de Lisboa.

Grande oficial da Ordem do Infante D. Henrique, em 2014, Rodrigo Leão editará o novo álbum em outubro, através da Universal Music.

Lusa

  • Rodrigo Leão atua para os jornalistas do grupo Impresa
    3:09

    Cultura

    "O Espírito de um País" é o título do novo disco e DVD de Rodrigo Leão. Trata-se da gravação ao vivo do concerto que deu em abril, nas escadarias de Assembleia da República, para comemorar os 40 anos da revolução dos cravos. Antes de tocar o repertório nas grandes salas de Lisboa e Porto, Rodrigo Leão fez uma apresentação exclusiva para os jornalistas do grupo Impresa.

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.