sicnot

Perfil

Cultura

Fundação austríaca apresenta manuscrito inédito de Mozart

A Fundação Mozarteum de Salzburgo apresentou esta quarta-feira naquela cidade austríaca um manuscrito do compositor Wolfgang Amadeus Mozart, datada da sua adolescência, que adquiriu por 237 mil euros num leilão da Sotheby's.

O manuscrito, vendido por um privado num leilão organizado em maio pela leiloeira Sotheby's, em Londres, tem ainda anotações do pai do compositor, Leopold Mozart. (Arquivo)

O manuscrito, vendido por um privado num leilão organizado em maio pela leiloeira Sotheby's, em Londres, tem ainda anotações do pai do compositor, Leopold Mozart. (Arquivo)

AP Images

Em exposição durante o Festival de música e drama de Salzburgo, cidade natal de Mozart, o documento de 12 páginas é uma transcrição do hino religioso Stabat Mater, de Eugenio di Ligniville, mestre italiano do contraponto musical.

O manuscrito, vendido por um privado num leilão organizado em maio pela leiloeira Sotheby's, em Londres, tem ainda anotações do pai do compositor, Leopold Mozart.

Especialistas concluíram que o documento data de 1773, quando Mozart tinha apenas 17 anos.

"É um dos mais impressionantes manuscritos dos estudos musicais de Mozart em Salzburgo, que decorreram de 1772 a 1774", nota a descrição do lote pela Sotheby's, citada pela agência France Presse (AFP).

"Mozart provavelmente conheceu a composição quando se encontrou com o compositor [Eugenio di Ligniville] em abril de 1770 em Florença, durante a sua primeira viagem por Itália", continua a descrição, acrescentando que, na altura, Ligniville era diretor de música na corte toscana.

A Fundação Mozarteum de Salzburgo, que alberga mais de metade dos manuscritos conhecidos da família Mozart, declarou que a aquisição do mais recente documento só foi possível com uma doação.

"A maioria dos manuscritos de Mozart fazem já há algum tempo parte de coleções acessíveis ao público, mas um pequeno número de documentos continua fora do alcance dos especialistas", afirmou em comunicado, citado pela AFP, a fundação, que não tem fins lucrativos.

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.