sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o mestre da ficção histórica dos EUA, E.L. Doctorow

O romancista norte-americano Edgar Lawrence Doctorow, conhecido como E.L. Doctorow e considerado como o mestre da ficção histórica dos Estados Unidos, morreu na terça-feira, aos 84 anos, após complicações relacionadas com um cancro no pulmão.

"E.L Doctorow foi um dos melhores romancistas dos Estados Unidos. Os seus livros ensinaram-me muito e a sua ausência será sentida", escreveu Obama

"E.L Doctorow foi um dos melhores romancistas dos Estados Unidos. Os seus livros ensinaram-me muito e a sua ausência será sentida", escreveu Obama

Mary Altaffer/ AP (Arquivo)

O autor de romances como "Ragtime", que foi adaptado para musical da Broadway, e "World's Fair", vencedor do Prémio Nacional do Livro dos Estados Unidos em 1986, morreu num hospital de Nova Iorque, informou ao jornal Los Angeles Times o filho do escritor, Richard Doctorow.

O primeiro livro de Doctorow, "Welcome to Hard Times", foi publicado em 1960, seguindo-se de obras como "Big as Life" (1966), "The Book of Daniel" (1971) e "Ragtime" (1975).

O romancista nasceu no Bronx, Nova Iorque, em 1931, e durante décadas retratou nas suas obras a grandeza e pequenez da sociedade norte-americana do seu tempo, tendo o próprio classificado o seu trabalho como contendo "imensos documentos sociais".

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, publicou uma mensagem na sua conta de Twitter dedicada à memória de Doctorow.

"E.L Doctorow foi um dos melhores romancistas dos Estados Unidos. Os seus livros ensinaram-me muito e a sua ausência será sentida", escreveu o Presidente norte-americano.

Lusa

  • "De hoje em diante, só a América virá em primeiro lugar"
    3:20
  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39

    Mundo

    As primeiras decisões da era Trump não tardaram. O 45.º Presidente dos Estados Unidos da América já avançou com algumas medidas, entre elas, a confirmação dos nomes que vão compor a nova administração e a criação do Dia do Patriotismo.

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.