sicnot

Perfil

Cultura

Cinema King volta a estar à venda depois de adjudicação ter sido cancelada

O edifício em Lisboa onde funcionou o Cinema King, encerrado em 2013, está de novo à venda, depois de a adjudicação ter sido cancelada, revelou hoje à agência Lusa fonte ligada ao processo.

Arquivo SIC

De acordo com a leiloeira Onefix, responsável pela venda, a primeira venda, realizada em 20 de junho do ano passado, foi cancelada "porque não foram cumpridas as condições" estabelecidas no processo.

Nessa data, o Cinema King foi levado a leilão por uma base de licitação de 853.800 euros e arrematado por 1,25 milhões de euros por um comprador que não se quis identificar e que se fez representar por um advogado.

Por falta de cumprimento das condições exigidas no processo, a adjudicação do edifício acabou por ser anulada pelo administrador de insolvência e pela comissão de credores, indicou à Lusa a mesma leiloeira, que continua a ser a responsável pela venda.

As instalações eram propriedade da Sociedade Imobiliária Olívia, que entrou em processo de insolvência, estando alguns bancos entre os credores das dívidas.

"O processo de insolvência mantém-se e foi decidida nova venda que decorrerá como negociação particular", acrescentou a mesma fonte da Onefix.

O sitio online da leiloeira indica que as propostas vão ser recebidas até 31 de julho e que a mais elevada será escolhida pela administração de insolvência e pelos credores, tendo como objetivo aceitar a proposta de valor mais elevado para pagar as dívidas Sociedade Imobiliária Olívia.

O Cinema King -- que era gerido desde 1990 pela Medeia Filmes do produtor e exibidor Paulo Branco - tem uma área bruta de 2.211,50 metros quadrados e um valor matricial de 2,12 milhões de euros.

Paulo Branco tinha encerrado o cinema - que exibia sobretudo cinema de autor - por considerar a renda "incomportável".

Lusa

  • Cinema King em Lisboa fecha as portas
    2:13

    Cultura

    Era uma das últimas salas de cinema em Lisboa onde ainda se podia ver um filme que habitualmente não está no chamado circuito comercial. O Cinema King fecha hoje portas, depois de quase 30 anos a funcionar. Os sete funcionários vão ser distribuídos por outras salas.