sicnot

Perfil

Cultura

Supertramp cancelam digressão europeia que ia começar em Portugal

A banda Supertramp cancelou a digressão "Supertramp Forever", que se iniciaria em novembro, em Portugal, devido a "doença do membro fundador, Rick Davies", anunciou hoje a promotora portuguesa Everything is New.

© Reuters Photographer / Reuter

Em comunicado, a promotora portuguesa "lamenta o transtorno causado aos espetadores" e informa que "a devolução do valor dos bilhetes poderá ser efetuada nos respetivos locais de compra, a partir da próxima sexta-feira, e até 30 dias após a data prevista para os concertos".

A banda Supertramp tinha previsto abrir em Portugal, em novembro, a nova digressão europeia, "Supertramp Forever Tour", com dois espetáculos: no dia 03, no Pavilhão Multiusos, em Gondomar, e, no dia seguinte, 04 de novembro, em Lisboa, na Meo Arena.

Cancelados estão também os concertos previstos para França, Alemanha, Áustria, Suíça, Espanha, Itália, Bélgica, Holanda, Luxemburgo e Inglaterra, onde terminaria a digressão.

Em palco, a acompanhar o vocalista, teclista e fundador dos Supertramp, Rick Davies, estariam John Anthony Helliwell (sopros), Bob Siebenberg (bateria), Jesse Siebenberg (vocais, guitarra e precursão), Cliff Hugo (baixo), Carl Verheyen (guitarra), Lee Thornburg (trombone, trompete, teclado e vocais), Gabe Dixon (voz e teclado), Cassie Miller (voz) e ainda o multi-instrumentista Mark Hart, que regressou à formação dos Supertramp.

A banda britânica começou a tocar em 1969, com o nome Daddy, designação que, no ano seguinte, mudou para Supertramp, tendo assinado onze álbuns, entre os quais "Breakfast in America".

Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.