sicnot

Perfil

Cultura

One Direction: separação à vista?

Os membros da banda inglesa One Direction decidiram separar-se, escreve o jornal britânico The Sun. Querem dedicar-se a projetos a solo e daqui a um ano, logo se vê. Mas o porta-voz da banda não comenta o que classifica de "especulação".

© Mario Anzuoni / Reuters

© Eric Gaillard / Reuters

© L.E. Baskow / Reuters

© Danny Moloshok / Reuters

© Danny Moloshok / Reuters

A notícia saiu ontem no jornal britânico "The Sun" e foi replicada: os One Direction vão parar um ano para que os seus elementos possam trabalhar em projetos individuais.

A banda não confirma, nem desmente. Chama-lhe "especulação".

Mas há mais. Escreve o jornal que os One Direction não vão fazer a tournée de lançamento do último álbum, que será lançado no final deste ano, e o último concerto está agendado para dia 31 de outubro na Motorpoint Arena, na cidade inglesa de Sheffield.

Não há digressão mas estarão previstas aparições públicas da banda até março de 2016, em programas de televisão e apresentações especiais para promover o quinto e, quem sabe, o último do quarteto.

Escreve a imprensa da especialidade que os quatro elementos restantes, depois da saída de Zayn Malik este ano, já conversaram e chegaram a um consenso para estabelecer a pausa.

Mas o que muitos "especulam" é que essa pausa servirá para por um ponto final na banda.

Os One Direction nasceram no programa de talentos exibido na televisão, o Fator X, ou X Factor em inglês. Um dos jurados do programa, o conhecido Simon Cowell foi quem teve a brilhante ideia de juntar os cinco adolescentes, Louis Tomlinson, Harry Styles, Liam Payne, Niall Horan e Zayn Malik.

Já lá vão cinco anos e 50 milhões de cópias vendidas, segundo o The Sun que escreve ainda que cada elemento do quarteto arrecadou, com discos, concerto, merchandising, etc., cerca de 34 milhões de euros.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi o deputado eleito pelo círculo de Braga. Agora vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Esta saída pode colocar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.