sicnot

Perfil

Cultura

Festival de cinema português em Berlim vai homenagear Manoel de Oliveira

"Um Amor Português" é o tema da segunda edição da mostra Cinemagosto, que decorre entre hoje e domingo, em Berlim, com a apresentação de dez filmes portugueses, legendados em inglês, e uma homenagem a Manoel de Oliveira.

Manoel de Oliveira. (Arquivo)

Manoel de Oliveira. (Arquivo)

© Handout . / Reuters

A temática do festival, que inclui filmes de ficção, animação e documentário, surgiu porque "existe em Portugal um conjunto de títulos interessantes relativos ao amor trágico e desesperado", explica a programadora da mostra, Anabela Moutinho, acrescentando que "o amor trágico tem a ver com a cultura portuguesa".

O programa da mostra de cinema oferece, na sessão de abertura, "Esquece Tudo o Que te Disse", de António Ferreira, e conta com a presença do diretor de fotografia, Marcus Lenz.

O festival, a decorrer nas salas do Hackesche Hoefe Kino, em Berlim, inclui ainda a exibição de "A Noite", o filme de estreia de Regina Pessoa, "Fleurette", obra biográfica de Sérgio Tréfaut, e "Alice", de Marco Martins, um dos filmes mais vistos do cinema português.

"A Vingança de uma Mulher" de Rita Azevedo Gomes, "O Milagre segundo Salomé",de Mário Barroso, "Estória do Gato e da Lua",de Pedro Serrazina, e "Outras cartas ou o amor inventado", de Leonor Noivo, também fazem parte do programa da mostra.

O documentário de Joaquim Pinto "E Agora? Lembra-me", distinguido em diferentes festivais internacionais, e "Vale Abraão" de Manoel de Oliveira, completam a programação.

O realizador Manoel de Oliveira, falecido em Abril, será homenageado com um filme "consensual e que cai muito bem na temática [do festival], já que Oliveira tem tantos filmes assombrosos sobre 'amores frustrados'", elogia a programadora de cinema, entrevistada em Berlim.

Anabela Moutinho refere que o festival é uma forma de divulgar o cinema português no estrangeiro, para que o público alemão possa "tomar contacto com algumas obras que têm inegável qualidade artística" e com a identidade dos portugueses, já que "há um lado de meditação e de contemplação que faz parte da identidade portuguesa que está completamente transposta naquilo que é o cinema nacional", explica.

Além dos espectadores berlinenses, Anabela Moutinho espera que, para os portugueses a viver em Berlim, "ir a uma sala de cinema e ver um filme falado em português, seja uma maneira muito eficaz de combater as saudades da terra".

A organização do evento, a cargo de Anabela Moutinho, Hannes Reiss e Helena Araújo, preparou ainda, além do festival de cinema, uma exposição de fotografia de Maria Leonardo, a decorrer até 24 de setembro no Hotel Pestana Tiergarten Berlin, um ponto de venda de DVDs e uma mostra gastronómica.

Lusa

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Pyongyang cria vídeo a simular ataque a navios dos EUA
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos da América pretendem reforçar as sanções à Coreia do Norte e investir nos esforços diplomáticos. Contudo, a tensão militar persiste. Pyongyang emitiu um vídeo em que simula um ataque a navios norte-americanos.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.