sicnot

Perfil

Cultura

Descoberto monumento neolítico perto de Stonehenge

Um grupo de arqueólogos britânicos descobriu 90 monólitos enterrados junto ao popular Stonehenge, que pode ser o maior monumento neolítico construído no Reino Unido.

Stonehenge Hidden Landscape Project

Os investigadores da Universidade de Bradford localizaram as 90 pedras, alinhadas e de grandes dimensões, algumas com cinco metros, numa construção cinco vezes maior que o Stonehenge.

O monumento pré-histórico Stonehenge é um dos mais visitados do mundo e está localizado no condado de Wiltshire, no sul da Inglaterra.

As novas pedras ficam a menos de três quilómetros de Stonehenge.

A estrutura do Neolítico, que está disposta em forma de C e num vale, tem 4.500 anos e pode ter sido utilizada para ritos religiosos e rituais ao solstício.

Vince Gaffney, perito em ciências arqueológicas e um dos líderes do projeto, disse que foi descoberto um dos maiores monumentos da Europa e que esteve "à frente dos nossos narizes" durante 4.000 anos.

"Acreditamos que era um espaço para rituais de algum tipo", assegurou Gaffney, sublinhando que se tratava de um espaço para impressionar e impor e uma ideia de autoridade a vivos e mortos.

Os investigadores acreditam que o monumento terá sido construído pelas mesmas pessoas que fizeram o Stonehenge, mas não considera existir uma relação direta entre ambos.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras