sicnot

Perfil

Cultura

Descoberto monumento neolítico perto de Stonehenge

Um grupo de arqueólogos britânicos descobriu 90 monólitos enterrados junto ao popular Stonehenge, que pode ser o maior monumento neolítico construído no Reino Unido.

Stonehenge Hidden Landscape Project

Os investigadores da Universidade de Bradford localizaram as 90 pedras, alinhadas e de grandes dimensões, algumas com cinco metros, numa construção cinco vezes maior que o Stonehenge.

O monumento pré-histórico Stonehenge é um dos mais visitados do mundo e está localizado no condado de Wiltshire, no sul da Inglaterra.

As novas pedras ficam a menos de três quilómetros de Stonehenge.

A estrutura do Neolítico, que está disposta em forma de C e num vale, tem 4.500 anos e pode ter sido utilizada para ritos religiosos e rituais ao solstício.

Vince Gaffney, perito em ciências arqueológicas e um dos líderes do projeto, disse que foi descoberto um dos maiores monumentos da Europa e que esteve "à frente dos nossos narizes" durante 4.000 anos.

"Acreditamos que era um espaço para rituais de algum tipo", assegurou Gaffney, sublinhando que se tratava de um espaço para impressionar e impor e uma ideia de autoridade a vivos e mortos.

Os investigadores acreditam que o monumento terá sido construído pelas mesmas pessoas que fizeram o Stonehenge, mas não considera existir uma relação direta entre ambos.

Lusa

  • "Não dá mais, Brasil!" Um excerto da Reportagem Especial de hoje
    1:58
  • SIC lança conteúdos na Amazon Prime Video

    Economia

    A SIC torna-se num dos primeiros canais portugueses a disponibilizar conteúdos na Amazon Prime Video através do serviço Amazon Video Direct. Através do Prime Video, é possível aceder a conteúdos da estação, como "Jose Mourinho - O Melhor Treinador do Mundo" e "Jorge Mendes - O Super Agente".

  • O momento em que um polícia salva uma criança que caiu do 3º andar
    0:56

    Mundo

    Três polícias egípcios conseguiram salvar um rapaz de 5 anos que caiu da varanda do terceiro andar de um prédio na província de Assiut, a sul do Cairo. O Ministério do Interior do Egito divulgou as imagens e os nomes dos agentes, distinguindo em especial o homem que conseguiu amparar a criança no momento da queda.